Voz passiva no Inglês

Olá, hello!

How are you? Como você está?

Espero que esteja muito bem e pronto ou pronta para aprender mais algumas informações bem importantes quando o assunto é a fluência no inglês.

Falando em fluência no inglês, como está a sua motivação para seguir nesse caminho?

Te pergunto isso pois eu sei que por falta de motivação muita gente acaba desistindo de estudar inglês e, no meio do caminho, acabam não sendo capazes de chegar onde sonhavam.

Por mais que muitas escolas e muitos professores não dão a importância que a motivação merece, aqui eu falo bastante nisso, pois acredito que é parte fundamental em todo esse processo.

Por isso, além de falar da gramática e da prática do inglês, eu também gosto de falar da motivação para estudar inglês.

Então, mesmo que o post hoje seja focado em mais uma dica para a gramática, quero chamar sua atenção para esse assunto e compartilhar com você algumas postagens que eu já fiz aqui no blog falando sobre esse assunto.

São posts que foram bastante acessados e que deu muita movimentação e discussão entre as pessoas que acompanham meus conteúdos, exatamente por elas saberem que esse assunto é muito importante.

Muitas elas também colocaram isso em prática e tiveram ótimos resultados. E, se elas conseguiram, você também irá conseguir.

Então, dá uma olhada nesses post:

Bom, agora que você já está bastante motivado para aprender inglês, que tal começarmos a falar sobre um assunto que sei que nem todo mundo gosta? A gramática!

Bom, o assunto relacionado a gramática de hoje é a voz passiva no inglês. Mas, você sabe o que é voz passiva?

Primeiro, nós usamos a palavra “voz” nesses casos para indicar o autor da ação daquela frase. Sendo assim, temos duas possibilidades: a voz passiva e a voz ativa.

No caso da voz ativa, quem fez a ação citada é também que está falando sobre ela. E, no caso da voz passiva, a pessoa está recebendo a ação do verbo.

O objetivo da voz passiva é enfatizar a ação e não quem a fez, então dá uma olhada nesse exemplo:

  • Voz ativa: Nobody recognized the man. (Ninguém reconheceu o homem.)
  • Voz passiva: The man was not recognized. (O homem não foi reconhecida.)

Outra forma de reconhecer a voz passiva é que normalmente ela é usada em textos mais formais, como um trabalho acadêmico ou então uma reportagem em um jornal bem conceituado.

Mas, em quais situações a voz passiva é usada? Vamos falar sobre isso agora…

  • Para enfatizar a ação, e não quem o fez;
  • Em situações formais, como acabei de citar;
  • Quando você não sabe quem foi que praticou a ação em questão;

Agora que você já entende melhor o que é uma voz passiva, vou te dar vários exemplos de frase que estão na voz passiva:

  • This house was built by my father. (Essa casa foi construída pelo meu pai)
  • All the cookies have been eaten. (Todos os cookies foram comidos.)
  • I noticed that a window had been left open. (Notei que uma janela tinha sido deixada aberta.)
  • A lot of rice is eaten in China. (Come-se muito arroz na China.)
  • A beautiful song was written. (Uma bela canção foi escrita.)

E aí, o que achou desse conteúdo? Bom, é importante você saber desse assunto pois a voz passiva é bastante usada no inglês.

Não sei se você sabe, mas eu já comentei algumas vezes aqui no blog sobre a lei dos paretos.

Ela diz que, para ser fluente em inglês, você precisa aprender apenas 20% para ser fluente em 80% do idioma. Isso porque a lei diz que 20% dos esforços geram 80% dos resultados.

Sendo assim, você não precisa focar os seus estudos em aprender algo que não vai usar nunca, em algo que não é usado no dia a dia.

Aí tá a grande questão de escolas tradicionais que te fazem ficar anos estudando inglês. Claro que elas querem isso para que você também fique anos pagando a mensalidade. Mas essa não é a única forma de você aprender inglês!

Você pode começar a aprender inglês hoje mesmo e hoje mesmo começar a falar alguma coisa. Não precisa esperar estudar toda a gramática para começar a praticar.

Na verdade, eu diria que essa obrigação que algumas escolas impõe de te fazer estudar um monte para só depois praticar, é o que te faz desistir no meio do caminho de estudar inglês.

Aprender um novo idioma pode ser muito mais fácil do que você imagina se você utilizar a metodologia certa.

E nos meus cursos, eu compartilho com você a metodologia que me fez ser fluente em 5 idiomas diferentes, que me fez ficar fluente em português em apenas 4 meses (sem nunca ter vindo para o Brasil).

É também a metodologia que milhares de alunos já comprovaram que funciona, um deles inclusive ficou fluente em inglês em apenas 6 semanas.

É claro que para isso ele teve que se dedicar muito não é mesmo? Muito mérito dele para essa conquista! Afinal de contas, ele teve que ficar no mínimo 8h por dia estudando inglês. Isso é para poucos, não é mesmo? É apenas para aqueles que estão comprometidos, focados em aprender um novo idioma rapidamente.

Então, se você também está comprometido ou comprometida em aprender um novo idioma, meu convite é para que você faça parte da minha turma VIP de estudantes de inglês. Você receberá gratuitamente dicas preciosas para aprender inglês.

Nos vemos lá?

Por hoje é isso. Obrigado pela sua companhia, sucesso nos seus estudos e conte sempre comigo para o que precisar.

Abraços e até mais!