Um dos segredos para ficar fluente em inglês

Hello, Olá

How are you today? Como você está hoje?

Bom, hoje resolvi abordar um assunto que nós sempre falamos aqui no blog em decorrência da sua importância. A fluência na língua inglesa.

Muita gente me questiona se isso é impossível, se é um segredo guardado às sete chaves, se existe uma receita caseira ou até mesmo se é necessário investir tanto dinheiro em cursinhos de inglês. Bom, tudo isso só depende de você.

O meu foco aqui nesse blog é ajudar vocês a chegarem no seu objetivo da melhor forma possível. Quero que o processo de aprendizagem seja fácil, rápido e acima de tudo algo que você goste de fazer.

Porém, nada do que eu digo aqui, fará algum efeito ou sentido se você não colocar em prática, ir além da leitura e da velha “decoreba”.

É preciso quee durante esse processo, você tenha muito claro em sua mente o seu objetivo, que saiba onde quer chegar e mantenha o foco.

Esqueça a decoreba, foque na prática!

Para garantir uma verdadeira fluência, você precisará treinar sua fala, sua escrita e principalmente seu ouvido, afinal, é muito difícil para uma pessoa que não treina, identificar o que um nativo está dizendo, por inúmeras razões que vão desde o sotaque até a pronuncia.

E é justamente por causa da pronuncia que o treinamento da sua fala se torna fundamental. Só será possível chegar a perfeição através de MUITA prática.

É por isso que vivo batendo na tecla de que as metodologias dos cursinhos tradicionais de inglês não são adequadas para quem realmente deseja chegar ao domínio da língua inglesa. Quando você reduz o seu contato com o inglês para apenas uma ou no máximo duas vezes por semana, você retarda o seu conhecimento, pois nesse pouco tempo que você dedica ao estudo, você acaba se saturando de teoria e a pratica acaba ficando de lado.

Eu não tenho tempo para praticar inglês, e agora?

O segundo ponto disso tudo, é o tempo que você dedica a toda essa pratica.

Quando você fica em torno de 1h em uma sala de aula e esse é o único contato que você faz durante a semana, se torna quase impossível aprender com qualidade.

O inglês precisa fazer parte do seu dia a dia.

Então minha dica é: assista filmes, ouça músicas, veja séries, leia livrosmas tudo isso em inglês é claro!

Well, bem…

Com isso, eu também não quero dizer que os seus estudos devem virar uma obsessão. Nada disso. O equilíbrio é um dos maiores segredos da fluência.

É preciso que você saiba a hora de estudar a teoria e a hora de partir para a prática e, também a hora de descansar.

Em razão disso, eu te aconselho a desenvolver um cronograma de estudos e induzir que tudo flua da forma mais natural possível. Se você manter o foco, listar o porquê você quer ser fluente em inglês, o que isso mudará na sua vida e o quão é importante já será uma ótima maneira de se lembrar todos os dias de persistir.

Mas qual é a forma correta de desenvolver um cronograma de estudos?

Essa é uma pergunta bem pertinente e a resposta é bem simples.

Depende. Você deverá se conhecer, conhecer o que faz efeito para você. Então colocar em prática.

Talvez meia hora de estudos teóricos ou apenas as leituras deste blog bastem para te auxiliar, então, você poderá praticar por horas todos os dias e sua fluência chegará em um tempo muito menor do que em um cursinho.

Divida o tempo de prática entre ler um livro que você se interesse ou até mesmo ler alguns jornais internacionais para se manter informado. Aproveite para escutar algumas músicas e prestar atenção em sua letra, aqui, é importante que não seja músicas que você já conhece de cor e salteado, procure coisas novas, desvende novas melodias através de uma playlist pré-definida nos serviços de streaming ou ativando o modo aleatório no YouTube.

Veja muuuuuuuitos filmes, séries e desenhos. Use e abuse da tecnologia para te ajudar. Comece com legenda mas retire-a após alguns minutos e se esforce para entender o que está acontecendo na trama.

Agora, se você está se perguntando se isso funciona como prática…posso te afirmar que sim, essa é a verdadeira prática. Inserir o inglês no seu dia a dia de forma equilibrada e conforme for se acostumando, aumentar as dosagens.

É por isso que muitas pessoas aprendem o inglês tão rapidamente quando se mudam para um país de língua inglesa. Pois, elas sofrem uma imersão e, todas essas dicas práticas que eu te dei começam a virar uma rotina na vida delas.

Mas vá com calma, também não estou dizendo que você precisa se mudar para outro país para conseguir o domínio do inglês, nada é tão radical assim…

Eu sou o clássico exemplo de tudo isso, aprendi o português (uma das línguas mais difíceis para se desenvolver o domínio, por sinal) morando fora do Brasil e sem nem ter pisado nesse país, tudo isso através de uma técnica que desenvolvi exatamente para acelerar esse processo. Funcionou comigo, com minha família e com os milhares de alunos que fizeram meus cursos, agora tenho a chance de transmitir para vocês também e ver meus alunos se realizarem pessoal e profissionalmente com o meu auxílio, isso é gratificante!

Então, vá com calma, insira o inglês de forma equilibrada, passo a passo no seu dia a dia. Não exagere na teoria e abuse da prática da maneira correta, oscilando entre suas vertentes. Se você seguir esse passo, a fluência chegará!

Para te ajudar nessa jornada, separei algumas dicas que já dei aqui no blog anteriormente, mas que podem ser bem úteis nesse momento. Dê uma olhada:

Bom pessoal, a dica de hoje é essa, espero que vocês tenham gostado.

Abraços e até mais!