Texto em Inglês # What if women were physically stronger than men?

Olá, hello…

How are you? Como você está?

Hoje é dia de aprender inglês com um texto muito bom… que vai nos fazer pensar.

What if women were physically stronger than men?

When Judith Gardiner’s father died in 1963, her mother, a lawyer, took over the couple’s joint patent law practice. In those days, very few women held such a position, but Gardiner’s mother had ways of asserting her authority. She raised her office desk so her 5ft-tall (150cm) frame would be slightly elevated above male visitors, and she always ensured that business lunch or dinner bills had been paid in advance from her account. “She figured out ways of doing a lot of the simple means of everyday male domination,” says Gardiner, a professor of English, gender and women’s studies at the University of Illinois, Chicago. “She could exert authority and competence in a situation that was not necessarily normal.”

What would have happened, though, if Gardiner’s mother suddenly didn’t have to pretend to be taller? What if the physical dynamics of gender were suddenly reversed – if women inexplicably became larger and stronger than men, without the aid of hundreds of thousands of years of evolution?

It is, of course, an unlikely event – but asking experts to speculate about this thought experiment can highlight how gender dynamics are transforming in other ways in the real world, as well as revealing the things many people take for granted about the relationship between the sexes.

E se as mulheres fossem fisicamente mais fortes do que os homens?

Quando o pai de Judith Gardiner morreu em 1963, sua mãe, uma advogada, assumiu a prática conjunta de direito de patentes do casal. Naqueles dias, poucas mulheres ocupavam tal posição, mas a mãe de Gardiner tinha maneiras de afirmar sua autoridade. Ela ergueu a mesa do escritório, de modo que seu quadro de 150 metros de altura estivesse levemente acima dos visitantes masculinos, e ela sempre assegurou que o almoço de negócios ou as contas do jantar fossem pagas antecipadamente de sua conta. “Ela descobriu maneiras de fazer muitos dos meios simples da dominação masculina diária”, diz Gardiner, professor de inglês, gênero e estudos femininos na Universidade de Illinois, Chicago. “Ela poderia exercer autoridade e competência em uma situação que não era necessariamente normal”.

O que teria acontecido, no entanto, se a mãe de Gardiner de repente não tivesse que fingir ser mais alta? E se a dinâmica física do gênero fosse repentinamente revertida – se as mulheres inexplicavelmente se tornassem maiores e mais fortes do que os homens, sem a ajuda de centenas de milhares de anos de evolução?

Isso, claro, é um evento improvável – mas pedir aos especialistas que especulem sobre essa experiência de pensamento pode ressaltar a forma como as dinâmicas de gênero estão se transformando de outras formas no mundo real, bem como revelar as coisas que muitas pessoas dão por adquiridas sobre o relacionamento entre sexos.

Para terminar de ler a matéria, acesse o site da BBC News.

Abraços e até mais… see you!