Qual a diferença entre In e On?

Olá, Hello!

How are you today? Hoje vamos falar sobre um assunto muito importante, vai valer a pena ler esse post até o final…

O assunto de hoje é mais uma das dúvidas que eu sempre ouço dos milhares de alunos brasileiros que passam tanto pelos meus cursos pagos, quanto os gratuitos…

Afinal de contas, mesmo fazendo os cursos gratuitos, eu entrego conteúdos de qualidade e que vão fazer você se desenvolver cada vez mais no aprendizado do inglês. Por isso, vale a pena você sempre acompanhar os conteúdos que produzo aqui no blog, meu canal no Youtube, e também a turma VIP, onde sempre entrego muitas dicas e insights que valem a pena acompanhar.

Isso vai de encontro ao meu grande objetivo aqui no Brasil, que é fazer com que o máximo de brasileiros comecem a falar inglês e possam atingir seus objetivos de vida, tanto pessoal, quanto profissional.

Você já imaginou poder receber um salário melhor, trabalhar em um local com mais oportunidades, ou até mesmo viajar o mundo e conhecer outras culturas?

Para conseguir realizar tudo isso, um dos caminhos é através da fluência do inglês

Então, que tal colocar isso como um objetivo na sua vida?

Quando eu aprendi português, coloquei em prática todas as dicas que eu passo para vocês aqui e em 4 meses fiquei fluente no português.

Mas, isso não quer dizer que em 4 meses você também ficará fluente em inglês, ok? Pois cada um tem a sua velocidade de aprendizado…

Pode ser que aprenda em menos tempo, como também pode ser que aprenda em mais… vai depender só de você mesmo!

E, para aprender a falar certo o mais rápido possível, estudar o assunto de hoje vai fazer a diferença para te ajudar a chegar lá…

Estou falando das preposições “in” e “out”… Elas geram muitas dúvidas e também muitas confusões na hora do brasileiro falar inglês.

Se você usar da forma errada enquanto fala com um nativo de inglês, provavelmente ele vai te entender… Mas vai ser como falar “mim poder pegar aquilo…” no português…

Você entende o que o outro está falando, mas também fica claro que ele não sabe o jeito certo de falar, não é mesmo?

E o que você quer é ser fluente no inglês, certo? Por isso, vou te ajudar nesse caminho…

A primeira coisa que eu preciso te alertar é que você pode ir esquecendo a lógica para o caso do uso dessas palavras. Muitos alunos acabam tendo dificuldade no inglês na hora de lembrar qual o momento certo de usar cada uma delas, pois buscam uma explicação lógica para isso…

Claro que existe uma explicação, uma regra, para o uso de cada uma delas. Porém, quando falo que não existe uma regra lógica, quero dizer que você terá que aprender em que momento usar cada uma delas, e são vários momentos diferentes…

Não existe uma regra gramatical única para o uso delas.

E, independentemente do uso do in e out, ter o máximo de contato com o inglês é fundamental para te ajudar na fluência. Porém, quando o assunto são regras como a de hoje, do in e out, quanto mais contato você tiver com o inglês através de livros, artigos, filmes e séries, por exemplo, mais claro vai ficar em qual momento você deverá usar cada uma delas.

Como usar o in?

O in pode ser usado nos momentos em que você irá se referir a tempo maiores, como séculos, semanas e anos. Dá uma olhadinha nos exemplos:

I always brush my teeth in the morning. (Eu sempre escovo os dentes de manhã.)
Her birthday is in November. (O aniversário dela é em novembro.)
It’s always hot in summer. (Sempre faz calor no verão.)
My brother was born in 2012. (Meu irmão nasceu em 2012.)

Porém, essa não é a única situação em que você pode usar o in. Além dessa, você deve usar o in para falar de lugares como cidades, estados e países.

I used to live in Dublin. (Eu morava em Dublin.)
Rio de Janeiro is in Brazil. (Rio de Janeiro fica no Brasil.)
I am in my room. (Estou no meu quarto.)

E, por último, podemos usar também para escrita que está em cima do papel.

I read it in the newspaper. (Li no jornal)
The order was in the e-mail. (A ordem estava no e-mail)

Ok? Então esse foi o exemplo para o in… Agora vamos falar no on.

Como usar o on?

O “on” também pode ser usado para datas, porém apenas as datas específicas, como datas de aniversário ou quando você vai para a yoga.

Exemplos:

She was born on September 24th. (Ele nasceu em 24 de setembro.)
I go to the yoga on Mondays and Wednesdays. (Eu vou à academia na segunda e na quarta.)

Também usamos on para meios eletrônicos e/ou para falar de objetos que estão sob alguma superfície.

The books are on the coffee table. (Os livros estão na mesa de centro.)
I left the keys on the counter. (Deixei chaves no balcão.)
There is an awesome video on YouTube. (Há um vídeo incrível no YouTube.)
You can’t believe everything on the internet. (Você não pode acreditar em tudo na internet.)
She is on the phone. (Ela está ao telefone.)

Revisão

Você usa o in nas seguintes situações: Períodos do dia, meses, estações do ano, cidades, bairros, lojas e algo que está sob alguma coisa;

Você usa o on nas seguintes situações: datas específicas, meios eletrônicos e para falar de objetos que estão sob alguma superfície.

Então por hoje é isso pessoal, não esqueçam de comentar aqui no blog uma frase com in e uma frase com on, ok?

Pra você já ir praticando o momento certo de usar cada um deles…

Abraços e até a próxima!