Pergunte Ao Gringo #Vencer medo de falar inglês

Olá, hello!

How are you? Como você está?

Hoje é dia de falarmos sobre mais uma pergunta que recebi de uma das minhas seguidoras. É a série de post “Pergunte Ao Gringo”.

Nela, eu compartilho com vocês algumas das perguntas que recebo diariamente pelas minhas redes sociais e afins. Como são muitas, não consigo responder todas.

Porém, criei essa série de post exatamente para poder responder o máximo de perguntas que eu conseguir e de uma maneira em que outras pessoas que tenham o mesmo problema, possam acessar esse conteúdo de uma maneira bem fácil.

Sendo assim, hoje é dia de responder mais uma pergunta! Dá uma olhada no comentário do Facebook que recebi:

“Kevin, eu até gosto de tentar ler e escrever em inglês, mas eu acho que eu tenho um bloqueio para falar inglês. Como vencer essa barreira? Thanks!!”

Quem me questionou sobre isso foi a Aline Cristina! Aline, muito obrigado por contar comigo para responder esse seu questionamento…

E, a primeira coisa que quero te falar é que, sem sombra de dúvidas, você não está sozinha nesse barco! Vejo muitas pessoas que estão aprendendo inglês passar por essa dificuldade.

Alguns pontos podem estar relacionados com essa sua dificuldade. Vou falar sobre eles e aí você identifica se pelo menos um deles está de acordo com a sua realidade, combinado?

Então, vamos lá…

Bloquei psicológico

Eu diria que o medo de passar vergonha seria um dos motivos campeões que impedem as pessoas de falar inglês. Ainda mais no seu caso, que disse ter contato com o inglês através da leitura e da escrita.

Então, se você escreve e lê em inglês, é porque você realmente conhece o idioma. Portanto, você deve estar com algum bloqueio psicológico que te impede de conseguir falar inglês na hora em que for necessário.

Esse bloqueio pode acontecer pelo medo de passar vergonha em público, pelo medo do julgamento, do que as pessoas vão achar do seu sotaque, do que elas vão pensar se você falar algo errado, como também pode ser algum trauma que você passou e hoje está sofrendo as consequências disso – mesmo que inconscientemente.

Sendo assim, para ter a resposta se é ou não um bloqueio psicológico o que você está passando, você precisa analisar o que acontece com você na hora que está tentando falar inglês.

Se, por exemplo, as frases vierem na sua cabeça, você sabe o que precisa falar, porém não consegue falar mesmo assim, provavelmente você tem pelo menos um desses pontos que eu comentei.

Repare também nos tipos de pensamentos que vem na sua mente. Se vier algo como “ai que vergonha”, “que medo do que ele vai pensar de mim”, você provavelmente não consegue falar inglês pelo medo de passar vergonha ou do que os outros vão pensar de você.

Porém, se não for nada disso, talvez a questão seja algum trauma mesmo que você passou e que precisa ser melhor trabalhado. Muitas vezes ele pode até mesmo ser trabalhado por um profissional da área da saúde, como um psicólogo.

Ainda não tem a quantidade de vocabulários suficiente

Um outro ponto que pode impedir as pessoas de falar inglês é que, por mais que elas conheçam o idioma, ainda não tem a quantidade de vocabulários suficientes para realmente conseguir se expressar e falar inglês.

Você pode conseguir ler em inglês, mas não conseguir falar. Pois, para ler em inglês, você não precisa saber todas as palavras. Pode ler o texto inteiro e, se não souber alguma coisa, vai entender o que está sendo dito no geral.

Porém, para falar inglês não é bem assim. Você precisa saber realmente palavra por palavra, saber as regras gramaticais e afins.

Não que essas palavras precisam ser aprendidas através de uma apostila, isso pode ser feito de diversas outras formas. Mas, de qualquer forma, você precisa saber quais são as palavras que serão usadas.

Só que você também não precisa acreditar que para falar inglês é necessário saber todas as palavras e regras gramaticais. Não, isso está errado!

Você conhece a Lei dos Paretos? Quem me acompanha já deve ter ouvido falar dela… A Lei dos Paretos diz que para ter 80% dos resultados na sua vida, você precisa de 20% dos seus esforços.

E o mesmo vale para o inglês… Para ser fluente em inglês, você precisa saber apenas 20% dos vocabulários e regras gramaticais. Esses 20% vão te dar o conhecimento suficiente para conseguir se comunicar em inglês, expressar o que você quer e precisa, etc, etc.

No português, por exemplo, você não usa todas as palavras no seu dia a dia, certo? Você não usa paralelepípedo todos os dias… No inglês é a mesma coisa!

Existem as palavras que são mais usadas e as palavras que são menos usadas!

Então é isso por hoje… Espero ter respondido suas dúvidas, Aline!

E se você quiser dar mais uma lida em alguns posts da série Pergunte Ao Gringo, dê uma olhada nesses links:

E tem muitos outros aqui no blog, é só você dar uma navegada nele e se divertir aprendendo muito com os posts da série Pergunte Ao Gringo.

Além disso, você também pode me enviar a sua dúvida aqui nos comentários desse post. Tem alguma coisa que está te impedindo de continuar aprendendo inglês? Então, conte comigo para tirar essa dúvida.

Eu também conto com você para compartilhar esse post com os seus amigos, combinado? Vamos ajudar a mostrar para as pessoas que aprender inglês pode ser mais fácil do que elas imaginam.

Então é isso por hoje!

Abraços e até mais…

Bye! See you…