Pergunte Ao Gringo: Não consigo aprender inglês

Olá, hello…

How are you? Como você está?

Hoje eu estou aqui para responder mais uma das perguntas que eu recebo diariamente no meu blog, email, redes sociais, enfim…

As perguntas que recebo com muito carinho e gratidão das pessoas que me seguem e confiam no meu trabalho, e que respondo sabendo da responsabilidade que tenho em te ajudar a aprender inglês de um jeito fácil, rápido e divertido.

Quando falo isso, que aprender inglês pode ser mais fácil do que você imagina, muitas pessoas não acreditam no que estou falando. Acham que isso é balela, papo de professor…

Mas, se vocês falarem com os meus alunos, irão ver que realmente isso é verdade. Eu já tive alunos que, por exemplo, aprenderam inglês em 6 semanas.

Saíram do nada, zero conhecimento em inglês, para em 6 semanas ser fluente em inglês.

Claro que isso é uma exceção e na verdade precisou de muito esforço dele para conseguir alcançar isso. Nessas seis semanas, por exemplo, ele ficou 8h por dia no mínimo estudando inglês.

Ele realmente estava focado e muito motivado para aprender inglês. E isso deve acontecer com você também, pois a motivação é muito importante nesse processo. E na verdade ela não recebe o valor que deveria receber em muitos cursos de inglês.

Mas comigo é diferente… Eu foco muito na motivação, pois sei que é ela quem vai te direcionar para o caminho que você precisa ir.

Sendo assim, se você quer saber um pouco mais sobre isso, dá uma olhada nesses posts que eu falei sobre o assunto:

Então, não esqueça da motivação nos seus estudos, combinado?

Falando nisso, esse assunto tem tudo a ver com a pergunta que vou responder hoje na série Pergunte Ao Gringo. Ah, já que falamos dela, vamos então saber qual era a pergunta:

“Oi, Kevin. Estou cansada, na prática não consigo,o que será?”

Essa foi uma pergunta feita pela Rita Rodrigues de Jesus e, antes de mais nada, quero dizer que você não está sozinha nesse barco, Rita. 

Vejo no meu dia a dia muitas pessoas que sonham com o dia em que irão aprender inglês, porém estão cansadas e não conseguem aprender inglês.

Então, em cima dessa minha experiência, vou falar para você alguns pontos que podem estar pegando nesse seu cansaço, ok?

Metodologia de estudo errada

Pois é, Rita! Muitas pessoas acham que para aprender inglês elas precisam ficar dentro de uma sala de aula estudando por anos o idioma.

Porém, os meus alunos e até eu mesmo posso dizer que não é bem assim… Em 4 meses, por exemplo, não morando no Brasil, eu fiquei fluente em português. Então, sei bem do que estou falando.

Principalmente porque quando aprendi português, a primeira coisa que fiz foi me inscrever num curso tradicional de ensino de idiomas. Porém, a primeira coisa que eu aprendi a falar em português foi: saco cheio! Pois era bem assim que eu me sentia.

Por isso, fui para casa e comecei a estudar, por conta mesmo, o português. Segui uma metodologia que fazia sentido para mim. Então, acredito que esse possa ser um ponto que você deve investigar: a forma como você está aprendendo inglês está sendo efetiva para você?

Motivação não está certa

Como eu disse antes, a motivação é parte fundamental para você conseguir aprender inglês ou não.

Quem você acha que vai conseguir aprender inglês mais fácil, aquela pessoa que depende da fluência no inglês para conseguir uma oportunidade de emprego melhor, ou então aquela pessoa que quer aprender por aprender?

Com certeza a primeira, não é mesmo! E vou destacar mais um pouco… Com certeza, a pessoa que acredita estar aprendendo inglês por aprender, deve ter uma motivação para fazer isso, ou seja, um motivo pelo qual ela quer aprender inglês.

Porém, ela não trouxe isso ainda para o consciente. Sendo assim, se você não tem claro na sua mente qual é o motivo que te faz aprender inglês, chegou a hora de descobrir isso agora.

E, quando você descobrir qual é o motivo, lembre dele nos momentos de desmotivação.

Excesso de teoria e pouca prática

Esse é um erro bem comum de quem está matriculado em cursinhos tradicionais. Eles nos fazem acreditar que precisamos de anos de estudo da teoria para poder começar a falar alguma coisa… Mas, não é bem assim!

Eu sempre indico para os meus alunos falarem, praticarem, desde a primeira aula. É essa prática que irá te fazer perceber a sua evolução e também te motivar para continuar nesse caminho.

Além disso, tem a lei dos paretos. Para ser fluente em inglês, você precisa saber apenas 20% do vocabulário e regras gramaticais, sabia disso?

Afinal de contas, você não usa todas as regras gramaticais e vocabulários do inglês no seu dia a dia, não é mesmo? E isso também acontece no inglês.

Sendo assim, seu foco inicial deve ser aprender o básico do inglês e já praticar ele também.

O descanso também faz parte!

Outro erro comum das pessoas é exigir demais da sua mente, do seu corpo. E isso no fim das contas acaba atrapalhando.

Ficar horas e horas estudando inglês pode ser bom para algumas pessoas, mas para outras não. Então, aprenda a ouvir o que seu corpo diz.

Se você não está mais conseguindo aproveitar os estudos, mais vale dar uma pausa, descansar um pouco e voltar muito mais produtivo depois, ok?

Você vai ver que, estando descansado, os 15 min que você tem para estudar alguma coisa vão render o mesmo do que 1 hora se você não estivesse descansado.

Então são essas as dicas que eu tinha para dar em relação ao assunto, o que achou?

Espero ter te ajudado, Rita, e à você que está lendo esse post também.

Ah, não esqueça de compartilhar esse post com os seus amigos, combinado?

Abraços e até mais…