Pergunte ao gringo #Medo de falar inglês e errar

Olá, hello!

How are you? Como você está?

Hoje é dia de falar sobre um assunto que muuuitas pessoas me questionam: o medo de falar inglês e errar!

Não sei ao certo porque, tenho as minhas teorias, mas é fato que a maioria dos brasileiros não falam inglês simplesmente por medo de errar.

Logo que cheguei no Brasil eu percebi isso, parece que as pessoas se sentem na obrigação de falar inglês perfeitamente desde sempre.

Além disso, existe um mito de que os americanos não gostam de falar com quem não sabe inglês. Já ouvi alguns alunos me dizendo que isso é comum entre os brasileiros…

São tantos mitos que precisam ser quebrados nesse sentido, que eu fico até sem saber por onde começar! heehhe

Mas, vamos começar então compartilhando a mensagem que uma das minhas seguidoras deixou para mim e me questionando sobre esse assunto. Dá uma olhada:

“Hey! moro nos eua ha 1 ano e ate hoje nao sei quase nada em ingles. Na minha mente eu falo tudo certinho, mas na hora de abrir a boca para falar eu falo tudo errado e a vergonha aumenta,Tenho muita vergonha de falar tenho medo de cometer erros e todos rir de mim. Me ajuda! HELP ME!” Ana Luiza

Bom, Ana. Primeiro gostaria de agradecer por você ter compartilhado essa dificuldade com a gente e ter contado comigo para te ajudar nessa questão.

E vou te dizer mais uma coisa… Sabia que você não está sozinha nesse barco? É bem comum as pessoas não falarem inglês por medo de errar ou por medo das pessoas rirem delas. Principalmente no Brasil vejo que isso é muito comum…

Então, vou compartilhar agora com você algumas dicas que vão te ajudar nesse ponto, combinado? Ajudar não só você, mas também todas as pessoas que passam pelo mesmo problema.

Acredite na sua fluência no inglês

O primeiro passo para você não ficar nervosa e ter certeza do que vai falar, é acreditar que você tem conhecimento o suficiente para falar inglês e falar bem.

No seu caso, Ana, por exemplo, você disse que na sua mente a frase vem certinho, mas que não consegue falar, certo?

Provavelmente você não consegue falar pois, no fundo, tem alguma vozinha te dizendo que aquela frase pode não estar certa.

Então, se você deixar a sua mente te controlar, você nunca vai conseguir falar inglês. Sendo assim, repita para você mesma que você sabe falar inglês, que você é fluente em inglês e que você pode se comunicar com as pessoas.

Isso vai fazer com que você ganhe mais confiança para começar a falar e, quanto mais falar, maior vai ser a sua confiança e mais à vontade ainda você vai se sentir para falar. E aí, não tem mais volta.. Isso que você me relatou hoje, de ter medo de falar inglês, nunca mais vai acontecer.

Tenha contato com o inglês

Outro ponto muito importante, e que também impacta na segurança que você sente ao falar inglês, é a quantidade de contato diário com o inglês que você tem.

No caso da Ana, ela mora nos Estados Unidos, então é muito fácil para ela ter esse contato diário com o inglês. Porém, o medo de falar é que está travando ela. Por isso, você precisa se desvincular desse medo, Ana.

E no caso de quem está morando no Brasil, você pode aumentar seu contato com o inglês vendo série, filmes, lendo livros e afins.

Ter esse contato, vai te dar mais segurança na hora de falar e aí o medo nem vai dar as caras… hehehe

Não precisa ter medo de pedir ajuda

Eu acredito que existe um mito de que os americanos são grossos e que não gostam de conversar com quem não sabe falar inglês.

Você pode encontrar esse tipo de gente lá? Com certeza, pode! Mas, também pode encontrar pessoas que estão dispostas a entender o que você está falando e conversar com você, mesmo que seu inglês não seja perfeito.

E eu acredito que o mesmo pode acontecer aqui no Brasil. É possível encontrar pessoas que estão dispostas a entender o que um gringo está falando, assim como também é possível encontrar pessoas que não estão dispostas a isso.

Portanto, não tenha medo de pedir ajuda nos momentos em que você não lembra o que falar. Essa segurança de que pedir ajuda para falar inglês não está errado, também vai te deixar mais a vontade na hora de falar inglês e não vai te deixar travar nesse momento. Afinal de contas, se não lembrar de alguma coisa, é só pedir ajuda.

Ser fluente em inglês, não é saber tudo de gramática

E um último comentário que quero fazer sobre esse assunto é que você não precisa saber tudo de gramática para se considerar fluente em inglês.

Acredito que por muito tempo foi ensinado inglês de uma forma errada no Brasil, priorizando demais a gramática e pouco a prática.

Porém, a prática é que irá dar embasamento para você aprender a teoria. Sendo assim, foque sempre em praticar tudo que aprendeu e não tenha medo de falar em inglês caso você não saiba todas as regras gramaticais.

Quanto mais você praticar, mais essas regras virão como instinto para você.

Então, eram essas as dicas que eu tinha para compartilhar com você, Ana, e com todos vocês que tinham a mesma dúvida que ela.

Se você quiser ler outros posts da série “Pergunte ao gringo”, dá uma olhada nesses links:

Ah, e não esqueça também de compartilhar esse post com os seus amigos ou até mesmo de me enviar a sua dúvida, ok? Quem sabe você é a próxima pessoa a participar dessa série, não é mesmo?

Caso tenha alguma dúvida, é só comentar aqui no blog qual é ela, combinado?

Abraços e até mais… see you!