Olhando para Sua Melhor Versão para Aprendizado do Inglês

Hello, how are you today?

Olá, como você está hoje?

Pronto para mais uma dica que vai facilitar muito o seu aprendizado de inglês?

Espero que sim… pois hoje vou falar de um assunto que pode não parecer, mas tem tudo a ver com o aprendizado de inglês!

Se você usa o método tradicional de ensino de inglês, ou seja, aquele que você fica horas dentro de sala de aula e acaba praticando pouco o inglês, provavelmente está sempre sedento de dicas para memorizar todos os vocabulários, regras gramaticais e afins….

Você fica anos estudando inglês, decora todas as regras gramaticais, e no fim, quando vai viajar para um país que fala inglês, por exemplo, não entende nada do que eles estão falando.

Isso é comum acontecer pois, quando estudamos através do método tradicional, somos pouco estimulados a realmente praticar o que aprendemos em sala de aula… é muita teoria e pouca prática.

Sendo assim, você fica horas e horas estudando inglês, até mesmo anos, mas quando precisa dele você descobre que não sabe nada…

No outro lado, completamente oposto ao que citei aqui, tem os estudantes de inglês que acham que vão ficar fluentes em inglês sem nenhum esforço…

Todas as dicas que eu dou aqui no blog é para você aprender inglês o mais rápido possível, de um jeito fácil e divertido… Mas isso não quer dizer que magicamente você irá aprender inglês, sem ter que se dedicar para isso.

Por isso, no meu post de hoje, resolvi falar sobre um grande amigo ou inimigo na hora de estudar inglês: você mesmo! 

No primeiro caso, em que você foca demais na gramática, provavelmente isso acontece pois você tem medo de falar o inglês… esse é um dos motivos que te trava na hora de falar!

E no segundo caso, você acredita que estudar inglês é algo intuitivo e não exige esforço nenhum! Mas, não é bem assim…

Por isso, na hora de estudar inglês, todos os dias você tem que vencer você mesmo, tem que viver uma melhor versão de você mesmo! E sempre buscando equilibrar a teoria e a prática…

E mesmo para aqueles que acreditam já terem atingido sua fluência em inglês, até essas pessoas têm o que melhorar… Então, viver a melhor versão de si mesmo é algo que deve estar presente todos os dias das nossas vidas.

Mas, como fazer isso? Eu vou te dar três dicas para que você viva sempre sua melhor versão…

Busque o prazer no estudo do inglês

Imagina a seguinte situação… Está um sol na rua, você adora praia e está louco pra ir surfar. Mas, no lugar disso, você tem que ir para uma sala de aula estudar inglês, estudar as regras gramaticais e mais um monte de assunto que você não gosta!

Será que essa aula vai ser proveitosa para você? Pode ser que sim, mas as chances do não são bem maiores…

Por isso, é muito importante que você vincule o estudo de inglês a algo prazeroso na sua vida. Se você gosta de surfar, procure um grupo na internet que discuta sobre o assunto em inglês, busque gringos na sua cidade que curtam o esporte e possa praticá-lo com você e por aí vai.

Lembre-se que estudar inglês não é só dentro de uma sala de aula, você pode e deve fazer isso fora dela também. Praticar e viver o inglês no maior tempo possível do seu dia.

Esteja sempre motivado

O que te fez querer ser fluente em inglês? Para fazer uma viagem, ter melhores oportunidades de emprego, poder se comunicar com pessoas de outros países…

Não importa o motivo, importa que ele deve estar sempre na sua mente. Quando você estiver com preguiça de estudar, lembre-se do seu grande motivo para querer atingir sua fluência.

Quando achar que está com dificuldade, tenha alguém que possa te ajudar a se manter motivado.

A motivação também está ligado ao prazer que você tem ao estudar inglês, que foi a dica que citei antes aqui nesse post.

E estar motivado também pode ser uma situação que você pode criar e convencer seu cérebro daquilo. Por isso, se em algum momento seus pensamentos começarem a te “afundar”, não dê bola para eles e comece a ter apenas pensamentos positivos.

Quando sua mente disser para você mesmo que nunca aprenderá inglês, pare de alimentar esse pensamento e substitua ele dizendo que você vai conseguir chegar onde quer, e nesse caso é a fluência no inglês. 

Estabelecer uma rotina de estudo também é muito importante, e essa rotina pode ser, por exemplo, acordar ouvindo uma música em inglês, na hora do almoço assistir uma série em inglês, de noite ler um livro em inglês e por aí vai.

Eu fiz um post falando sobre isso: Como Aprender Inglês – Roteiro de Estudo.

Vale a pena a leitura.

Tenha autocrítica

Ter um olhar para você mesmo, para o que você está fazendo e como está evoluindo os seus estudos é fundamental para que todos os dias você possa viver uma melhor versão de você mesmo. 

Por isso, tenha essa autocrítica em todos os momentos em que você está estudando inglês.

Quando você assistir uma série em inglês, pense: será que eu estou aproveitando ao máximo o que posso aprender vendo essa série? O que posso melhorar para que eu consiga aprender mais do que estou aprendendo hoje?

Ou então, quando você já estiver com uma rotina estabelecida, pergunte-se: o que mais eu posso fazer para colocar o inglês na minha rotina?

E, se achar que está difícil estudar inglês, pergunte-se: o que eu posso fazer para tornar o meu aprendizado algo mais fácil e prazeroso?

Você pode encontrar a resposta para essas perguntas na maioria dos meus posts aqui no blog. Por isso, acompanhe sempre minhas postagens e faça os comentários que você achar necessários.

Espero que você possa todos os dias viver uma melhor versão de você mesmo! 

Conte comigo para isso!

Abraços e até mais!