Não faça viagens antes de saber disso

Olá, hello!

How are you? Como você está?

Não sei se você sabe, mas estou sempre viajando… Seja sozinho ou com minha família, eu amo viajar!

E no meio de tantas viagens, eu já consegui adquirir várias experiências que quero compartilhar agora com você.

Até porque, boa parte das pessoas que acessam o meu blog e que querem aprender inglês, desejam fazer isso pois sonham com o dia que irão viajar o mundo, conhecendo diferentes culturas e diferentes pessoas.

Eu também posso dizer que amo aprender novos idiomas por causa disso. Tanto que sou fluente em várias línguas diferentes, não só o português.

E se você está aqui em busca de dicas para aprender inglês, dá uma olhada nesses posts:

E, depois de aprender inglês, pelo menos o básico, você estará pronto para viajar o mundo e aprender ainda mais, não só sobre o inglês, como sobre qualquer outra coisa que você se interessa na vida.

Mas, hoje meu objetivo aqui é te ajudar a viajar da melhor forma possível. Por isso, preste atenção nessas dicas…

Cuidado com o seu passaporte

Se no Brasil já é importante você andar com documentação em mãos, fora do Brasil é mais importante ainda.

Afinal de contas, se você perder a documentação, provavelmente você também terá dificuldades para sair do lugar onde você está.

Não tem como viajar sem documentação. E, fazer uma documentação nova no exterior pode não ser tão fácil assim.

Por isso, a dica que tenho para te dar é fazer uma fotocópia do seu documento, nesse caso o passaporte, e leve a cópia dele quando for andar nas ruas.

Já o original, deixe ele muito bem guardado, no cofre do hotel, por exemplo, para ter certeza que quando precisar dele, estará com ele em mãos.

Pesquise os preços antes de viajar

Infelizmente é bem comum que em áreas onde o turismo é bem forte, as pessoas acabam se aproveitando disso. Acontece no Brasil, mas também acontece fora do Brasil.

Por isso, se você está preocupado em economizar e gastar o mínimo possível com essa viagem, vale a pena você dar uma pesquisada nos preços antes de viajar. Assim, terá certeza que não está sendo enganado e conhece as melhores opções.

Por exemplo, quando você contrata alguém para ir te buscar no aeroporto, normalmente é muito caro. Então, você pode buscar como seria chegar de ônibus no lugar onde você quer ir ou até mesmo transportes alternativos que possam existir na sua cidade de destino.

E não só no transporte, mas em tudo… Tenha em mente que você pode ser um alvo fácil para que eles cobrem de você preços absurdos com por coisas simples.

Hospedagens diferentes de hotéis

Cada vez mais estão aparecendo alternativas para hospedagem que não sejam só hotéis.

Sites como o Airbnb e o Craiglist, te ajudam a achar um lugar confortável, por um bom preço e que fogem dessa realidade de hotel.

Uma outra alternativa também é buscar uma hospedagem gratuita em sites como o Couchsurfing. Nele, as pessoas disponibilizam o sofá da casa delas para você dormir sem pagar nada.

Ao menos esse é o conceito da ideia… Mas, tem muitas pessoas que oferecem inclusive um quarto individual para você dormir e aproveitar a cidade sem pagar nada por isso.

Em troca, eles ganham a possibilidade de conhecer um pouco mais sobre você e sua cultura. Afinal de contas, não é só dinheiro que conta na hora de ganharmos alguma coisa, não é mesmo?

Busque conselhos dos locais

Muitas vezes você pega um Taxi na cidade e começa a perguntar para ele dicas de lugares para ir e programas para fazer. Bom, pode ser que ele te dê boas alternativas…

Porém, normalmente as melhores dicas vem de pessoas que não trabalham diretamente com isso e que irão te falar algo que nativo do local mesmo faz.

Ir até uma feira, por exemplo, e perguntar para o feirante alguma dica de restaurante ou passeio. E até mesmo conversar com os garçons dos locais onde você vai.

E, num extremo maior, vale até mesmo você ir conversar com os nativos que estão andando na rua e passando por você. Pode ser que eles achem estranho no início, mas de forma geral eles com certeza irão te dar dicas bacanas.

Tenha seguro saúde

Muitas pessoas viajam sem ter um seguro saúde. Porém, principalmente para quem não tem tanta fluência no inglês, isso pode ser um grande risco.

Por isso, minha dica é para que você sempre tenha um seguro saúde para as suas viagens.

Em alguns bancos, esse seguro já está incluso na sua anualidade se você comprar a passagem com o cartão de crédito deles.

Dessa forma, você tem essa segurança sem precisar necessariamente ter mais esse gasto na sua viagem.

Mas, lembre-se: não economize com a sua saúde!

Então, são essas as dicas que eu tenho para te dar. Com certeza tem muitas outras, então, se você quiser compartilhar um pouco da sua experiência com os meus seguidores, é só comentar aqui no blog as situações que você passou e como escapou delas. Combinado?

Vou adorar receber a sua participação.

Além disso, se tiver alguma dúvida relacionada com o inglês, fique bem à vontade para me perguntar. Deixa um comentário aqui no blog, também.

Ah, e não esqueça de compartilhar esse post com os seus amigos. Quem sabe eles estão precisando de algumas dicas para ajudá-los a planejar sua próxima viagem…

Abraços e até mais! See you…