Minha Viagem até o Brasil: A Revelação Que Tive

Olá, hello…

How are you? Como você está?

Eu estou ótimo e hoje resolvi falar sobre uma revelação que tive quando fui ao Brasil da última vez.

Isso foi em Agosto, faz pouco tempo, mas não tinha escrito sobre isso até então pois não me atentei o quanto é importante isso. Mas, agora sei que realmente é muito importante e você vai adorar saber a revelação que tive.

Então, se você quer saber que revelação é essa, é só ler esse post até o final.

Bom, não sei se você sabe, mas, diariamente, a gente recebe milhares de emails, de mensagens, de várias pessoas, brasileiros que estão espalhados pelo mundo inteiro, não só no Brasil. Sendo assim, eu preciso de ajuda para conseguir conversar com todos vocês e fazer todas as atividades que são necessárias para fazer tudo isso acontecer.

E, para centralizar esse trabalho, eu resolvi montar meu escritório no Sul do Brasil, na Cidade Criativa Pedra Branca, que fica pertinho de Florianópolis, capital de Santa Catarina. Lá, tem várias pessoas que recebem as ligações e me ajudam de diversas formas.

Por isso, nessa minha última ida ao Brasil, eu fiquei acompanhando de perto todo o trabalho deles e tive várias percepções, várias revelações, insights… ou como você queira chamar.

Um deles, na verdade, fui quando eu estava em uma feirinha de artesanato e uma pessoa chamada Fabiana veio conversar comigo. Ela me reconheceu, me chamou, e disse que fazia meus cursos, estava sempre acompanhando meus conteúdos.

É bem normal as pessoas me reconhecerem no Brasil, e a Fabiana me chamou a atenção. Foi ela que ficou estudando 12 anos inglês em uma escola famosa no Brasil… nossa, 12 anos é muita coisa, não é mesmo?

Bom, isso acontece pois o plano de negócio dessas escolas é poder lucrar ao máximo com o máximo de tempo que você fica estudando na escola e pagando o mínimo para os professores.

Mas, para fugir dessa realidade, tem muitas pessoas que acabam indo para o outro lado. Que é aqueles cursos em que te prometem um monte de coisa, você precisa apenas passar o cartão, e na verdade não oferecem nada.

Eu tenho um curso também, pago, para quem não sabe. Por isso, algumas pessoas dizem: mas você promete fluência rápida!

Sim, verdade! Prometo fluência bem mais rápida do que as escolas tradicionais, mas não é um milagre, algo que você vai conquistar do dia para a noite. Depende do seu esforço e da sua força de vontade.

Se eu aprendi português e outras línguas em questão de meses, se vários alunos já aprenderam inglês em questão de meses, por qual motivo você também não pode conquistar isso? Vai depender do curso, mas também vai depender de você.

E é sobre isso que que quero falar com você hoje… Tenho alunos que conseguiram ficar fluentes no inglês em apenas 6 semanas! E eles conseguiram isso estudando 6h, 7h, 8h por dia.

Então, isso é possível, sim… Porém, precisa da sua dedicação!

Se você fica 12 anos estudando inglês apenas 1h por semana, é claro que você vai demorar para aprender. E, se você tem muito contato diariamente com ele, é claro que vai aprender mais rápido.

Então, a questão é o quanto você vai se dedicar para aprender o inglês. Não é uma coisa mágica… você vai precisar se dedicar, vai precisar se esforçar. Mas, isso tudo também pode acontecer de um jeito divertido, de um jeito mais legal do que ficar trancado em uma sala de aula acompanhado de uma apostila.

E são essas as dicas que eu sempre compartilho com você aqui no blog. E, além disso, a sacada que eu tive dessa vez é que você precisa receber, processar e usar tudo que aprende no inglês. Se ficar só processando, sem usar, você não vai ficar fluente.

A importância de Receber – Processar – Usar

Quando a gente aprende em uma escola de inglês ou foca só na gramática, não foca na prática, seu cérebro não entende a necessidade daquilo. O cérebro diz, para que?

Mas, se você aprende aquilo e começa a utilizar aquilo, ele naturalmente entende que precisa aprender aquilo para poder colocar em prática. E o seu aprendizado acaba sendo mais natural, e não 100% forçado.

Claro que você precisa fazer acontecer, ter contato com o inglês, ouvir podcast, televisão, conversar com pessoas. Para que você possa processar e depois utilizar para que seu cérebro entenda a importância daquilo.

Então, quanto mais você tiver esse contato com o inglês, mais natural vai ficar o seu aprendizado. Sendo assim, é bem importante que esse contato com o inglês também seja natural, e não necessariamente dentro de uma sala de aula.

E você não precisa viajar para fora do Brasil para ter esse contato. Você pode fazer isso estando aqui no Brasil. Use a tecnologia para te ajudar nesse sentido, escute músicas, veja séries, leia textos em inglês.

Aqui no blog tem vários posts em que compartilhei dicas nesse sentido, dá uma olhada:

Viu? Eu acabo com as suas desculpas para não estudar inglês… heheheh

Então é isso que eu tenho para compartilhar com você hoje! Nunca esqueça de importância de receber – processar – usar, combinado?

Se ficou alguma dúvida, é só comentar aqui no post. E, se gostou do conteúdo, não esqueça de compartilhar com os seus amigos e rede de relacionamento.

Mais uma vez, muito obrigado pela sua companhia e até mais!

Bye, bye… see you!