Melhores Dicas sobre a gramática inglesa

Olá, hello…

How are you today? Como você está hoje?

Quem me acompanha aqui no blog sabe muito bem que eu falo bastante da prática, não é mesmo?

Enquanto alguns professores ou escolas preferem dar foco praticamente exclusivo para a gramática, eu prefiro focar também na prática.

Só que sempre reforço a importância da prática e da teoria andarem lado a lado… No meu ponto de vista, nenhuma é mais importante que a outra. Mas sim, as duas se complementam, ou seja, as duas devem andar lado a lado.

Sem prática, você não consegue memorizar com facilidade a teoria. E sem teoria você não consegue colocar em prática. Por isso as duas são muito importantes.

Porém, dentro desse contexto, eu também gosto de reforçar que você não precisa ficar anos estudando a teoria para achar que só depois disso é que pode colocar em prática o que aprendeu. Desde o começo dos seus estudos você já pode ir treinando através de músicas ou vídeos curtos no Youtube, por exemplo.

Eu já escrevi alguns posts aqui no blog sobre o assunto, inclusive os posts sobre aprender inglês com música normalmente estão na lista dos mais acessados aqui do blog.

Dá uma olhada neles:

E, como eu disse antes, para você colocar em prática o que aprendeu, você precisa da teoria, você precisa das regras gramaticais.

Por isso, inspirado em tudo que acabei de falar para você, eu resolvi fazer esse post com um resumão do que você precisa saber sobre gramática em inglês.

É um guia que irá te ajudar a ter uma visão panorâmica das principais regras gramaticas e que te ajudarão a ter uma fluência básica no inglês e que são bem diferentes das regras gramaticais do português.

Assim, você não vai mais errar na hora de falar inglês, achando que apenas traduzindo literalmente o português para o inglês você está falando do jeito certo.

Preparado para descobrir que regras são essas? Então, vamos lá…

Como estruturar uma pergunta

Fazer uma pergunta em português é praticamente a mesma coisa do que fazer uma afirmação, a única coisa que muda é a entonação da frase e a pontuação (no lugar do ponto final, você coloca o ponto de interrogação, por exemplo).

Porém, no inglês não é bem assim…. Para fazer uma pergunta no inglês, você precisa mudar a estrutura da frase. Para isso, usamos verbos auxiliares que mostrarão, junto com a pontuação final, que aquela frase é uma pergunta.

Se você quiser conhecer mais sobre os verbos auxiliares, dá uma olhada nesses posts:

Para você entender melhor do que estou falando, vou te dar alguns exemplos de perguntas:

  • Do you like to dance? (Você gosta de dançar?)
  • Are you happy to be here? (Você está feliz em estar aqui?)
  • Did you like the party yesterday? (Você gostou da festa ontem?)

Nesses exemplos, o Do, Are e o Did no início da frase, além da pontuação, indicaram que estávamos fazendo uma pergunta para a outra pessoa.

O uso de advérbios no inglês

Os advérbios são muito mais usados no inglês do que no português. Isso acontece pois na hora de você dizer que alguém correr rápido, por exemplo, você não falará “he runs quickly”, o certo seria dizer “he runs quickly”.

Sendo assim, se você quiser saber um pouco mais sobre os advérbios, dá uma olhada nesses posts:

Tenho certeza que esses posts irão te ajudar a entender melhor sobre os advérbios.

No inglês, tem mais vogais

A gente sabe que no português temos basicamente 5 vogais (a, e, i, o, u). No inglês, elas também são consideradas vogais nas regras gramaticais.

Porém, além delas, duas outras letras também são consideradas com sons vocálicos, por isso a diferença entre o inglês e o português.

O W e o Y são duas vogais muito usadas no inglês e que tem sons vocálicos. O W, por exemplo, lembra muito o som do U. E o Y, lembra bastante o som do I no inglês.

É o exemplo das palavras eye e where, por exemplo, em que os sons são bem semelhantes ao I e ao U.

Número de preposições

Essa com certeza é uma grande diferença do inglês para o português. Se comparado com o inglês, o português praticamente não tem preposições. Para se ter uma noção, na língua inglês é possível encontrar mais de 70 preposições frequentes.

Eu também já falei sobre elas aqui no blog, e se você quiser dar uma olhada nos posts é só acessar:

Então, esses são os pontos que eu gostaria de destacar que são diferentes no inglês e no português. E aí, o que achou?

Comenta aí no blog se por acaso você já se confundiu com alguns desses pontos… vou adorar receber o seu comentário!

E, se você lembrar de alguém que vale a pena compartilhar esse post, não esqueça de fazer isso. Vamos espalhar as coisas boas por aí, não é mesmo?

Por hoje é isso, mais uma vez muito obrigado pela sua companhia e até mais.

See you soon… Bye, bye!