Tudo o que você precisa saber sobre o TOEFL

Olá, hello!

How are you? Como você está?

Bom, hoje eu resolvi falar sobre um assunto que não costumo falar muito por aqui…

Quem me acompanha sabe que eu sempre digo que o importante não é você decorar o inglês, e sim aprender ele para a sua vida.

Para algumas pessoas pode até ser eficiente o método de ir até uma escola, ou ficar trancado em uma sala de aula, acompanhado de algumas apostilas e ficar horas e horas estudando inglês. Não discuto isso…

Porém, pelo que tenho acompanhado dos meus alunos, a maioria das pessoas aprendem inglês muito mais facilmente quando começa a vivenciar ele no seu dia a dia. Quando começa a praticar, e com isso memorizar tudo que aprendeu… e não apenas decorar!

Falo isso tudo pois, quando falamos de provas de inglês, é comum que as pessoas foquem muito na decoreba, pois precisam tirar notas altas para passar nos exames e atingir seus objetivos com isso.

Só que, como diz aquele ditado, entre o 8 e o 80, existe o meio termo… Então, no post de hoje, eu vou te dar algumas dicas para você se preparar melhor para o exame do TOEFL, caso você queira fazer ele, combinado?

Então, vamos falar sobre o assunto… Primeiro, para quem não sabe, vou explicar o que é o TOEFL!

O que é o TOEFL?

Se você quiser entrar em uma universidade fora do Brasil, ou alguma outra atividade em que você precisa provar a sua fluência no inglês, então você terá que fazer um exame como o TOEFL.

Assim como ele, existem vários outros no mundo inteiro. Porém, o TOEFL é um dos mais conhecidos e reconhecidos. Para você ter uma noção, eu dei uma pesquisada agora na internet e descobri que ele é utilizado em mais de 2500 instituições pelo mundo, em 47 países e são mais de 60 mil aplicações do teste por ano. Então, pode ter certeza que tem muita gente fazendo e pedindo esse teste.

Mas, além de uma oportunidade para provar sua proficiência no inglês e entrar na universidade, você também pode fazer o teste apenas para acrescentar e enriquecer o seu currículo… É uma outra opção!

E, quando resolver fazer o exame, você terá que passar por três fases:

  • Listening Comprehension: é a primeira fase, em que eles vão testar sua compreensão auditiva. São 50 questões que você deve fazer em 35 minutos e pode ter pontuação entre 31 e 68;
  • Structure and written Expression: nessa segunda fase eles vão testar a sua capacidade de se expressar e estruturar um texto escrito. Também tem pontuação entre 31 e 68 pontos, porém o tempo para fazer essa parte é menor, 25 minutos;
  • Reading Comprehension: a última fase testa a sua capacidade de leitura. Tem duração de 55 minutos e vale de 31 até 67 pontos.

É a soma de todas essas pontuações que vão definir a sua nota final e, claro, se eles irão te classificar como proficiente ou não em inglês.

Então, agora que você já conhece um pouco mais sobre o exame, vamos então para as dicas de como passar nele mais facilmente?

Dicas para se preparar para o TOEFL

Então, como eu disse antes, a chave para melhor se preparar para o Exame é conseguir equilibrar a teoria com a prática. E, além disso, sempre se manter motivado nos estudos.

Mas, vou explicar melhor isso aqui nos próximos tópicos que irei compartilhar com você.

Prepare-se para a vida, e não para o teste!

Tem muita gente que um determinado período antes do teste começa a estudar um monte, ficando horas e horas acompanhado das apostilas e focando apenas na teoria.

Pode até ser que essa pessoa passe no teste, porém ela não vai ser fluente em inglês de verdade. Então, qual é o propósito disso, não é mesmo?

Ainda mais se você for estudar em uma universidade nos Estados Unidos, por exemplo. Você vai precisar ser fluente em inglês de verdade, e não apenas de um teste que comprove isso.

Então, pratique, pratique e pratique o inglês. Não fique apenas na teoria…

Assista séries em inglês, filmes… Escute músicas, conheça novas pessoas que você possa praticar o seu inglês.

Aqui no blog tem várias dicas nesse sentido, dá uma olhada nelas:

Mas, como eu disse antes, o equilíbrio é tudo… Por isso, preste atenção na próxima dica!

As apostilas também ajudam!

Quando eu falo para praticar bastante o inglês no seu dia a dia, não quer dizer que você não precisa estudar as apostilas, ok?

Elas podem te ajudar, sim… Mas, o que eu quero dizer é que elas não precisam ser a única solução, você não precisa ficar grudado só nelas para estudar inglês.

O inglês tá na vida, e não apenas nas apostilas.

Por isso, você pode até usar elas, mas não esqueça que para realmente aprender tudo o que está nas apostilas, você vai precisar praticar e vivenciar aquilo…. E, para conseguir fazer isso, a próxima dica é fundamental.

Trabalhe a sua motivação!

Se você não está realmente motivado, a tendência é que na primeira dificuldade você já desista de estudar e de fazer a prova.

Então, quando você perceber que a vontade de desistir está grande, ou até mesmo quando bater aquela preguiça de estudar, você precisa ter em mente o que te fez chegar até ali, o porque você precisa daquele teste de inglês para comprovar a sua proficiência.

É para começar a estudar em outro país? Em uma universidade muito boa? É uma oportunidade que com certeza vai mudar a sua vida? Então, com certeza vale a o sacrifício, não é mesmo?

Sendo assim, são essas as dicas que eu tenho para te dar! Desejo todo sucesso do mundo na sua prova e que você consiga conquistar seus sonhos… E conte comigo nessa jornada!

Ah, se tem algum amigo que vai fazer o teste, não esqueça de compartilhar esse post com ele. 🙂

Abraços e até mais! Bye…