Gramática do Inglês#1 – O Segredo para Conjugar no Passado

Hi!

Existe muita coisa divertida sobre as diferenças entre americanos e brasileiros…

Tem aquela coisa do abraço e do beijo…

O jeito de rir… De falar…

Até mesmo a gramática do inglês tem uma dinâmica diferente do português e isso gera algumas situações engraçadas.

Uma das questões que confundem bastante é sobre a concordância verbal, em especial sobre como falar do passado.

Técnica vencedora para entender a gramática do inglês

Muita gente que eu conheço tem dificuldades de entender como funciona a conjugação dos verbos no passado em inglês. Outras pessoas já me disseram que acham muito difícil esse tempo verbal.

Mas hoje vou ensinar você de um jeito que você nunca vai esquecer.

Segue lendo que vem mais dicas abaixo…
Em português existem dezenas de conjugações relacionadas ao passado:

  • pretérito perfeito
  • imperfeito
  • mais que perfeito

Eu sinceramente não sei como vocês conseguem dominar tantas regras gramaticais!

Em inglês só existe uma conjugação para os verbos regulares, que são a maioria, e as exceções dos verbos irregulares.

> Então, Kevin, como falar do passado em inglês?

Vamos às regras gramaticais. Vocês vão ver que é realmente muito simples:

Como classificar os verbos em inglês

O Segredo da Gramática do Inglês para Conjugar no Passado

Vamos começar o nosso papo de hoje relembrando um pouco do que já falamos aqui no blog sobre verbos.

Os verbos em inglês podem ser classificados como verbos regulares e irregulares. Os verbos regulares são a grande maioria no idioma inglês e isso facilita bastante a nossa vida na hora de conjugá-los no passado, pois a regra é bem simples…

Basta acrescentar a partícula – ed no final da palavra.

Vamos ver alguns exemplos:

  • walk – walked – walked
  • Talk – talked – talked
  • Jump – jumped – jumped

Quando os verbos terminam em “e” você deve acrescentar somente a partícula – d. Exemplos:

  • Dance – danced – danced
  • Live – lived – lived
  • Like – liked – liked

Quando os verbos terminam em uma vogal curta seguidos de uma consoante você deve dobrar a consoante e acrescentar a partícula – ed. Dá uma olhada:

  • Chop – chopped – chopped
  • Chat – chatted – chatted
  • Grab – grabbed – grabbed

Quando os verbos terminam em uma consoante seguida por “y” você deve retirar o “y” e acrescentar a partícula – ied no final. Veja como fica:

  • Copy – copied – copied
  • Carry – carried – carried
  • Dry – dried –dried

E como conjugá-los junto com os pronomes pessoais?

Vamos usar o verbo to work para ver como é:

  • I worked
  • You worked
  • He/She/It worked
  • We worked
  • You worked
  • They worked

Viu como é bem simples?

Vamos colocar em prática essas regras em algumas frases…

Acompanha comigo:

  • I worked last night. – Eu trabalhei a noite passada.
  • He danced a lot yester – Ele dançou bastante ontem.
  • We played soccer yesterday evening. – Nós jogamos futebol ontem à noite.

Agora quero avançar um pouquinho nesse tema falando sobre os verbos classificados como IRREGULARES.

Os verbos irregulares são todos aqueles que não se encaixam nas regras acima. Quando conjugados no passado e no particípio passado eles adquirem formas diferentes de escrita.

Sim, é isso mesmo, não tem regra para os verbos irregulares. Para dominá-los você vai precisar treinar muito e utilizar esses verbos no seu dia a dia.

O Segredo da Gramática do Inglês para Conjugar no Passado

Assim você vai gravar na sua mente todas as formas conjugadas no passado.

Vou colocar alguns exemplos de verbos irregulares no passado para você perceber como eles são diferentes dos verbos regulares:

  • Have – had – had
  • Do – did – done
  • Be – was/were – been
  • Sing – sang – sung
  • Buy – bought – bought

Agora vamos vê-los aplicados em frases:

  • We ate the cake before we leave. – Nós comemos o bolo antes de sair.
  • He dreamt about this new house. – Ele sonhou com essa casa nova.
  • I left the party at midnight. – Eu saí da festa à meia noite.
  • She went home when she left – Ela foi para casa quando ela saiu da escola.