Expressões em inglês que a gramática não explica

Olá, hello…

How are you? Como você está?

Não sei se você reparou, mas sempre começo nossos posts te perguntando como você está, dando oi e tal…

Eu faço isso pois esse é um jeito educado de começar a conversa com alguém! No Brasil vocês tem esse costume também, não é mesmo?

Mas, a verdade é que essa não é a única forma de se começar uma conversa…

E eu já falei sobre isso num post aqui do blog. Se você tiver interesse, pode dar uma lida nele: 3 Passos para Aprender O Que São Greetings?.

Nesse post que eu acabei de compartilhar com você, eu compartilho algumas expressões que usamos para cumprimentar as pessoas, que em inglês falamos que são os greetings. Então, são bem fáceis explicar elas, não é mesmo? Bem fácil de entender e etc…

Só que no post de hoje eu vou fazer o contrário, quero compartilhar com você dicas de expressões que a gramática não explica!

O que achou do assunto? No mínimo intrigante, não é mesmo?

Então, vamos falar um pouco mais sobre ele…

Expressões em inglês que a gramática não explica

Tem muitas pessoas que na hora de estudar inglês ficam bem preocupadas com a questão da gramática, não é mesmo?

Tudo que falam tem que estar certinho gramaticalmente falando, e por isso passam horas e horas estudando as regras gramaticais do inglês.

Bom, eu sempre digo que a gramática é sim importante, mas não mais importante do que a prática e também a sua motivação em se manter estudando inglês.

Só que, assim como no português, os nativos do inglês também não falam certo o tempo todo.

O que eu quero dizer com isso é que nem sempre na hora de falarmos sobre alguma coisa, as frases que usamos para expressar nossos pensamentos estão 100% certas gramaticalmente falando.

Tem muitas frases que usamos no dia a dia e que, de tanto que nós falamos elas, acabamos nem percebendo que elas não estão dentro das normas gramaticais. Mas, isso também não quer dizer que elas estão erradas, ok?

Então, no post de hoje, eu vou compartilhar com você algumas dessas expressões…

Dá uma olhada:

Long time no see!

Essa expressão é usada no momento que você reencontra uma pessoa depois de muito tempo sem ver ela….

Digamos que ela é uma versão abreviada do que poderia ser “estamos há muito tempo sem nos ver”.

E no inglês também temos uma versão “completa” para dizer isso, algo como “It’s been a long time we last saw each other.”

Gramaticalmente ela não faz muito sentido, mas é uma expressão muito usada nos Estados Unidos e que você também pode usar em momentos como esse que acabei de citar.

So far so good

A tradução para essa frase seria algo como, por enquanto tudo bem.

Então, como ela também não tem uma formação gramatical tradicional, se você não conhecer a expressão, você não vai pensar em usá-la.

Por isso é tão importante conhecer ela.

Guess What

Sabe quando você vai contar algo muito legal para alguém e você vira para ela e fala para adivinhar?

Então, esse é um dos momentos em que você pode usar a expressão “guess what”, já que ela significa algo como “adivinhe”.

E essa é uma expressão muuuito usada pelos nativos, vale a pena você começar a usá-la também.

So What

Seguindo a linha de expressões com what, podemos também usar o “so what”, que é algo como “e daí”?

Ele é usado do mesmo jeito que no Brasil….

Então, não tem erro! 🙂

You think so? 

A gente aprende que na norma tradicional que para fazer uma pergunta, normalmente usamos o “Do” no início da frase, certo?

Pois é, no caso dessa expressão isso não vale…

“You think so?” seria algo como “você pensa isso?”… Mas, ela também pode ser usada na afirmativa e na negativa, não apenas na interrogativa.

Para concordar com alguém, por exemplo, você pode dizer “I think so”…

E aí, o que achou dessas expressões? Se você for pesquisar e começar a falar inglês com nativos, vai perceber que tem várias outras expressões que seguem esse modelo…

É importante dizer também que, assim como no português as pessoas do sul do Brasil tem algumas expressões e jeitos de falar diferente das pessoas do norte do Brasil, por exemplo, o inglês também tem.

Sendo assim, você pode encontrar expressões como essa que são super tradicionais nos Estados Unidos. Mas, quando chegar na Inglaterra, eles não vão entender o que você está falando.

Então, é bem importante você tomar cuidado com essas diferenças, ok?

E se você leu esse post até aqui, provavelmente vai ter interesse nesses outros assuntos também que eu já publiquei no blog… Dá uma olhada:

Espero que você tenha gostado da leitura e siga sempre motivado a estudar inglês… Ser fluente no inglês pode te trazer muitos benefícios, tanto na vida profissional, quanto na pessoal.

Então, estou do seu lado para que você consiga conquistar isso na sua vida, ok? Conte comigo!

Para isso, se você tiver qualquer dúvida em relação ao estudo de inglês, por favor, não pense duas vezes antes de comentar nesse post aqui do blog qual é a sua pergunta.

Será um prazer para mim responder a sua dúvida e te ajudar a trilhar esse caminho ruma a fluência no inglês.

E se você tiver algum amigo junto contigo nessa caminhada, não esqueça de compartilhar esse conteúdo com ele, combinado?

Sembre bom saber que temos bons amigos pra nos ajudar a conquistar os nossos sonhos e tornar essa caminhada mais fácil!

Abraços e até mais… See you!