Descubra qual seu modo de aprendizagem

Olá, hello!

How are you? Como você está?

Hoje eu estou aqui para falar com você sobre um assunto muito importante. Não que os outros não sejam, claro que são.. Porém, esse assunto, devo dizer, é mais importante… Já que impacta diretamente na facilidade, ou não, do seu aprendizado de inglês.

Não sei se é o seu caso, mas já recebi vários comentários de alunos meus que, ao começar os meus cursos, diziam que resolveram sair das escolas tradicionais de inglês, aquelas com espaço físico e horários de aula pré-determinados, pois estavam estudando por anos e não aprenderam nada.

Ou até mesmo pessoas que estavam usando outras metodologias de aprendizado, e mesmo assim estavam com dificuldades de aprender inglês.

Muitas vezes, essas pessoas estão prestes a desistir de estudar inglês… Começam a achar que aprender um novo idioma não é para elas, que é muito difícil e elas não tem capacidade para isso.

Aí, a auto-estima vai lá para baixo e, claro, acabam desistindo mesmo de estudar inglês.

Porém, tem algumas pessoas que, mesmo passando por tudo isso, não desistem. E aí acabam encontrando o meu curso…

Bom, tem também aquelas sortudas que encontram meu curso de primeira, não é mesmo? hehehehe

Quando eu falo isso, tem muitas pessoas que acham que estou me gabando, mas na verdade estou sendo realista…

E vou te dizer que isso só é possível pois, quando monto minhas aulas, estou sempre pensando em técnicas para fazer seu cérebro aprender o que estou falando. E, uma delas, é usar diferentes formas de me comunicar com você.

E, quando falo diferentes formas, quero dizer que uso todos os sentidos, o visual, auditivo e cinestésico.

Faço isso pois sei que, apesar de todos nós termos os três sentidos, algumas pessoas têm mais facilidade de aprender com o visual, outras com o auditivo e outras com o cinestésico.

Então, esse é um dos segredos para você aprender inglês rápido: descobrir qual é o sentido que é mais aguçado em você.

Teve um post em que já falei sobre o assunto, você pode dar uma olhada nele: Descubra Como Aprender Inglês do Seu Jeito e Mais Rápido.

Mas, no post de hoje, quero te dar uma outra visão sobre esse assunto… vamos descobrir como saber qual é o seu sentido, como estudar a partir dele e também o que evitar se você tiver esse sentido aguçado.

E aí, aceita o convite para descobrir uma forma muito fácil para estudar inglês? 

Vamos lá…

Qual o seu modo de aprendizagem?

Como eu falei ali em cima, tem pessoas que aprendem melhor ouvindo o conteúdo em inglês, tem pessoas que aprendem melhor vendo alguma coisa relacionada ao aprendizado, e tem pessoas que são cinestésicas e aprendem melhor dessa forma.

Mas, e agora, como descobrir qual é o sentido que você tem mais aguçado? É isso que vou te mostrar agora…

E não é só isso, não… vou te mostrar o que fazer e o que não fazer para facilitar seus estudos!

Auditivo

Sabe quando alguém está falando alguma coisa e a outra pessoa está prestando muita atenção, fica em silêncio, com o olhar fixo e você consegue perceber claramente que os pensamentos dela estão a mil por hora?

Pois é, provavelmente essa pessoa tem o sentido da audição mais aguçado que os outros. Sendo assim, ela deve adorar ouvir músicas, sons e afins.

Nesse caso, o ideal é escutar muitas músicas em inglês, podcasts em inglês. Se você estiver ensinando inglês para uma criança, vale também ler histórias em inglês para ela antes de dormir.

Outra técnica muito bacana é ler em voz alta algum texto ou algum conteúdo que precisa ser estudado, como por exemplo algo relacionado com o estudo da gramática.

Por outro lado, é bom evitar ruídos durante os estudos ou qualquer outro som que possa tirar a concentração dessa pessoa.

Ah, e sabe aquelas horas que a gente fica parado no trânsito? Uma boa dica é você ouvir um podcast em inglês, por exemplo, durante esse período… É uma forma de aproveitar melhor esse tempo, não é mesmo?

Visual

Como o próprio nome já diz, nesse caso, a pessoa aprende muito vendo outras pessoas, vendo desenhos e afins.

Podemos identificar essa pessoa observando se ela tem memória fotográfica, que é quando, por exemplo, a pessoa lembra do rosto de outro, porém não lembra o nome.

Vale perceber se ela tem mania de identificar as cores, desenhos e imagens. Observar bastante esses pontos…

Já se você quer facilitar o seu estudo, sabendo que é visual, o ideal é apostar em cores, desenhos e afins. Sabe aqueles cadernos cheios de traços de canetas com cores diferentes? Então, com certeza essa pessoa é bem visual.

Infográficos também é uma ótima forma dela aprender melhor, mapas mentais, e afins.

Por outro lado, tome cuidado com o estímulo exagerado de informações. Isso pode confundir a cabeça e, no lugar de ajudar, acabar atrapalhando a pessoa.

Cinestésico

O cinestésico é aquele que aprende com o movimento, com os gestos, com o toque.

Muitas vezes as pessoas acham que ele não está prestando atenção no que está sendo dito, porém ele está prestando atenção sim, do jeito dele.

Sendo assim, o melhor jeito dele aprender inglês é através das experiências e do movimento. Algum gesto que remeta ele ao que foi ensinado, ou então ir acampar para aprender os vocabulários de acampamento, por exemplo.

Para os cinestésicos, é importante tomar cuidado com o estímulo excessivo da parte visual e auditiva, pois pode atrapalhar o seu aprendizado.

Então é isso, o que você achou? Se identificou mais em algum deles?

Todos nós temos esses três sentidos, porém tem um deles que é mais aguçado do que o outro, e é esse sentido que você deve usar para aprender inglês melhor.

Se você gostou do post de hoje, não esqueça de compartilhar com os seus amigos.

Abraços e até a próxima.