Descubra os usos da palavra “one”

Olá, hello!

How are you today? Como você está hoje?

Preparado para estudar inglês mais um pouco? Depois de te dar várias dicas sobre prática, hoje eu vou falar um pouco sobre teoria com você…

Mas, na verdade, quero reforçar, e vou sempre falar isso, que a teoria e a prática não são duas coisas que devem andar separadas, digamos assim. Muito pelo contrário… uma complementa a outra.

Então, eu vou compartilhar com você um pouco da teoria, mas me promete que logo depois de estudar sobre isso você vai praticar o que aprendeu? Mesmo que essa seja a primeira vez que você está estudando inglês, mesmo que você se sinta inseguro para falar inglês, enfim…

Independentemente do seu momento no estudo do inglês, eu quero que você se comprometa aqui comigo que vai praticar o que vamos estudar agora, pode ser?

É só com a prática que você realmente vai aprender tudo que estamos estudando aqui. E existem várias formas de você praticar o inglês…

Pode ser conversando com alguém, vendo uma série, escutando uma música e até mesmo escrevendo um texto.

Se você quiser dar uma olhada em algumas dicas que eu compartilhei aqui no blog sobre o assunto, é só dar uma olhada nesses post:

Então, chegou a hora da nossa teoria… Vamos falar sobre diferentes maneiras de usar o one em inglês.

One como número

Claro, essa é a maneira mais fácil e conhecida de usar o one. Imagino que não precise de maiores explicações, mas o one seria o número um em inglês.

Então, em uma frase, seria algo como:

  • I need to eat one apple. (Eu preciso comer uma maçã)

Como você pode ver, nessa frase ele foi usado como numeral. Então, vamos ver as outras formas de usar o one e que não são tão conhecidas.

One para uma pessoa indefinida

Você pode usar o one no inglês para falar de algo que não tenha uma pessoa definida, ou seja, que você não sabe se está falando de mim, de você, de outras pessoas.

Com um exemplo vai ficar mais fácil:

  • One can’t know everything (Não se pode saber de tudo)

Nessa frase, a gente não está falando que ela não sabe nada, ou que eu não sei nada. Estamos falando que não se pode saber tudo, sem ter alguém em específico.

Você também pode usar o “one” para falar algo mais formalmente, e também sem estar se referindo a uma pessoa em específico, ou seja, estar falando de algo impessoal

Exemplo de frase:

  • One ought to make the effort to vote. (Dever-se-ia fazer esforço para votar)
  • One might call that a joke. (Poder-se-ia chamar isso de uma brincadeira)

One depois de adjetivo

Uma outra forma que você é obrigado a usar o one, ou até mesmo o objeto que você está falando, é depois de adjetivo.

Vamos dar alguns exemplos:

  • Have a good one! (Falando sobre ter um bom dia, por exemplo. Aqui também poderia ser “Have a good day”.)

Assim como depois de um adjetivo, você também pode falar algo específico, como por exemplo: she’s the one.

Essa expressão é usada para falar de uma mulher que é a mulher certa para você, ou no caso do homem certo seria, he’s the one.

Quando não usar one

Como toda regra tem a sua exceção, no caso do one isso não é diferente. Por isso, temos também algumas situações em que você não deve usar o one:

  • Depois de these e those

Esse é o plural de this e that, então ficaria bem estranho falar “those ones”, por exemplo. Sendo assim, não devemos usar o one depois do these ou those.

  • Pronomes possessivos

Os pronomes possessivos são aqueles que mostram posse, como por exemplo o my (meu), your (seu), his/her (dele ou dela), our (nosso), their (deles).

Então, nesses casos não usamos o one.

  • Outros números

De maneira algumas você deve usar o one acompanhado de outros números, como por exemplo o four (quatro), ten (dez) e etc, etc.

Mas, não são só outros números, conta também outras referências a numeral, como por exemplo, as palavra some (alguns), several (muitos), both (ambos), a few (poucos).

Então, essas são as três situações em que o one não é usada. De novo quero te lembrar que a melhor forma de estudar isso é praticando, ok?

Não precisa ficar aí decorando milhares de regras, pois elas ficarão bem intuitivas a partir do momento que você passar a entender e não traduzir o inglês.

Quer saber qual a diferença entre traduzir e entender? Então, dá uma olhada nesse post: Descubra a diferença entre traduzir e entender o inglês.

E, se mesmo com as dicas que eu compartilhei agora você tiver dificuldade de praticar o inglês, vale pelo menos comentar aqui no blog quatro frases usando o one de formas diferentes, combinado?

Você que vai praticar e quer praticar mais um pouco, também vale comentar aqui no blog 4 frases usando o one, ok?

Estou esperando o seu comentário e a sua participação!

Ah, se gostou desse post, não esqueça de compartilhar ele com os seus amigos que também estão estudando inglês. Você vai colaborar para que mais pessoas aprendam inglês e tenham em suas vidas os benefícios de quem fala esse idioma, que é uma língua universal.

Quem sabe falar inglês, pode conquistar o mundo!

Por hoje é isso, pessoal. Obrigado pela sua companhia e até mais.

Abraços, bye, bye!

See you soon…