Descubra como melhorar seu vocabulário usando sinônimos

Olá, hello!

How are you today? Como você está hoje?

Eu estou mais uma vez super empolgado para compartilhar com você a dica do dia, o conteúdo que separei para você.

Caso esteja lendo um dos meus posts pela primeira vez, welcome! E, se já me acompanha faz um bom tempo, muito obrigado, viu? É sempre bom ter você de volta.

Bom, como tenho recebido várias dúvidas dos meus alunos e estou super inspirado nos últimos dias e meses com a quantidade de pessoas que estão acessando meu blog e compartilhando comigo as suas experiências em aprender inglês, eu tenho me organizado para escrever uma média de dois posts por dia.

Então, esse é o primeiro do dia, ok? Escrevo um pela manhã e outro pela noite…

Se você gosta dos conteúdos que compartilho com você, das dicas e insights, comenta aqui no post o que você mais gosta e se tem alguma dúvida, pode ser? Essas dúvidas têm me inspirado a escrever novos posts…

E, como meu objetivo, minha missão de vida, é fazer com que o máximo de brasileiros fiquem fluentes em inglês, responder as dúvidas mais frequentes de vocês faz com que eu consiga atingir esse grande objetivo.

Inspirado em algumas dúvidas, eu até criei uma série de post que chamei de “Pergunte ao Gringo”. Neles, eu respondo uma dúvida de algum seguidor aqui do blog sobre um assunto que considero comum entre vocês… Uma dúvida comum, que boa parte dos meus seguidores têm.

Já escrevi vários aqui no blog, dá uma olhada neles:

Esses são só alguns, vale a pena das uma lida neles.

Não confunda os sinônimos!

E, inspirado nesse assunto sobre dúvidas dos meus seguidores e alunos, eu resolvi falar de um assunto bem importante, ao menos no meu ponto de vista.

Vejo muitos estudantes de inglês cometerem um mesmo erro, e é esse erro que vou falar para você hoje. Assim, você poderá não só prestar atenção nos momentos que faz isso, mas também não repetir mais esse erro, não é mesmo?

Um dos erros bem comuns quando vejo pessoas aprendendo a falar o inglês é se confundir com o uso dos sinônimos. Por isso, resolvi falar sobre esse assunto hoje…

Mas, o que eu quero dizer com “se confundir com o uso de sinônimos”?

Bom, você deve saber que para dizer uma mesma palavras, podemos usar várias outras diferentes…

Por exemplo, handsome e beautiful são usados para descrever uma pessoa bonita, mas isso não quer dizer que as duas podem ser usadas nas mesmas situações. Existem diferenças entre elas… Diferenças no seu uso, e não na sua tradução.

Falar que um homem é “beatiful”, por exemplo, para algumas pessoas pode soar ofensivo. Assim como chamar uma mulher de handsome, pode querer dizer que ela tem traços masculinos em sua forma física. Viu? Como é importante você saber não só o significado, mas também a sua forma de uso?

Uma série de post que fiz para que as pessoas não confundam mais tanto essas palavras é a série “Qual a diferença”. Nessa série de post, eu te explico a diferença entre palavras que tem o mesmo significado, porém sua forma de uso é bem diferente.

Esses aqui são os dois posts que eu já compartilhei com você:

Mas, pode ficar esperando que vem mais por aí, ok? Como eu disse antes, esse é um assunto muito importante e, ao contrário do que muitos pensam, ele não deve ser estudado ou memorizado, praticado, apenas por pessoas que já estão em um nível intermediário ou avançado de inglês.

Muito pelo contrário. Se você começar a aprender do jeito certo, fica muito mais fácil para você depois. Então, esse é um assunto que deve ser tratado de preferência no início dos seus estudos.

Aprenda o certo desde o início

Quando a gente começa aprendendo errado, é muito difícil aprender o certo depois. E isso vale não só para os sinônimos, mas também para tudo que tem relação ao estudo do inglês.

Eu falo bastante sobre isso quando estou compartilhando com você dicas sobre pronúncia em inglês. Eu sei que no início é muito difícil para você perceber quando uma pessoa tem um sotaque americano ou britânico, por exemplo, ou quando está falando um “portuglês”.

Para quem não sabe, “portuglês” para mim é quando alguém fala as palavras em inglês, porém com sotaque em português. Isso pode acontecer quando você está tendo aula com um professor que não é nativo do inglês.

Por mais que ele tenha boas intenções, você vai aprender de um jeito errado e vai ter muitas dificuldades de comunicação quando estiver falando com o nativo. O sotaque, mesmo quando você está falando com um nativo, pode ser algo que vai te atrapalhar muito na hora de se comunicar com um nativo.

Tenho história de vários alunos que passaram anos estudando inglês e, na hora de viajar, por exemplo, não entendiam nada do que o nativo estava falando. Isso pode acontecer por vários motivos.

Um deles, pode ser que você aprendeu inglês com um sotaque errado ou no mínimo diferente do país que você está indo. A verdade é que existe muita diferença entre o inglês britânico e o inglês americano, por exemplo. Porém, mesmo com essas diferenças, os dois continuam sendo o idioma inglês.

Então, na hora de estudar inglês, prefira sempre ter um professor nativo da língua. Isso vai te ajudar bastante, ok?

Vai te ajudar a não passar por situações como essa que acabei de compartilhar com você.

Muito obrigado pela sua companhia, mais uma vez. E nos falamos no próximo post.

Abraços e até mais, see you around!

Bye, bye…