Como Criar um Currículo para Trabalhar nos EUA

Hello people! Como estão?!

O tema de hoje é: Como criar um currículo para trabalhar nos Estados Unidos.

Você tem que prestar bastante atenção no artigo que eu e a professora e nativa dos Estados Unidos, Sara Castelli criamos para vocês.

>> Entrevista com a professora americana: o segredo para fluência <<

Tenho certeza que você fará um ótimo uso dessas dicas e vai arrasar quando for montar o seu currículo!

Primeiramente quero reforçar a importância do inglês na vida dos profissionais…

… e não quero apenas dizer que é importante… quero mostrar dados para vocês de como isso irá impactar na sua vida…

A primeira coisa que você precisa saber é que os profissionais que são fluentes em inglês têm 60% de chances a mais de terem um salário maior do que os que não são fluentes.

Eu disse SESSENTA POR CENTO!

E você reclamando de aprender inglês?! Poxa!

Uma pesquisa realizada pelo site Catho revelou que os profissionais de níveis Jr, Pleno ou Sênior ganham em média 3 mil reais…

… porém com o inglês, o valor passa para aproximadamente TRÊS MIL E DUZENTOS REAIS…

Já imaginou aumentar o salário só pelo fato de saber uma segunda língua?! Fantástico né?!

Porém, o nosso tema de hoje além de estar relacionado com a fluência, ele está DIRETAMENTE ligado para as pessoas que têm um sonho de trabalhar nos Estados Unidos…

E depois que você assistiu as minhas aulas, leu os meus posts, está craque no conteúdo e confiante para encarar um outro país…

… chega a hora de montar o currículo…

… e é por isso que estou aqui, para te ajudar a montar as ideias no papel e não deixar você cometer nenhuma gafe por lá.

Outra coisa que eu preciso te contar é: o mercado de trabalho nos Estados Unidos é bem competitivo e exigente

… você vai precisar ter qualificações e uma boa experiência para facilitar o encontro com o seu trabalho por lá.

No começo muita gente acha difícil e aceita qualquer coisa, mas é que muitas pessoas ERRAM DEMAIS na hora de apresentar suas experiências, que no caso é no currículo.

Você precisa entender que o currículo é a sua cara e ele irá te guiar para bons caminhos ou para outros não tão bons…

Você não tem que fazer um currículo em 5 minutos e achar que está ótimo para enviar para uma determinada vaga…

Antes disso, você precisa saber qual será o seu foco.

Tem experiência com atendimento ao público aqui no Brasil? Gosta de ajudar as pessoas?

Talvez possa procurar por um serviço de recepcionista nos Estados Unidos…

Escolher o foco do seu currículo é o passo primordial para montá-lo.

Vamos pensar que você já definiu o tipo de trabalho que você quer.

Agora você precisa entender outra coisinha hehe

Os gestores nos Estados Unidos avaliam como experiência algum projeto que você realizou e ajudou no seu trabalho ou ainda que fez você se desenvolver profissionalmente…

… isso é experiência nos Estados Unidos.

Outro ponto que eles avaliam no currículo é se você alcançou algum objetivo…

… se recebeu algum prêmio ou foi promovido…

Se você passou de estagiário para efetivo já pode considerar um reconhecimento bacana para constar no seu currículo…

Lembra que eu te disse ali em cima que você precisa focar no que você quer trabalhar e delinear o seu currículo em cima disso?

Pois é…

Para você ter uma ideia 41% dos gestores de RH dos Estados Unidos observam se o seu currículo está customizado para determinada vaga…

… Se você estudou para isso, se fez cursos extras na área…

Lá eles preferem que sejam currículos customizados para as vagas do que um currículo abrangente para qualquer vaga…

Aliás, essa dica cabe bem no Brasil também hehehe

E aí você já deve estar se questionando quais são as habilidades que precisam constar no currículo…

Bom, antes de tudo você precisa saber quais são as suas habilidades e o que tal vaga pede…

Por exemplo…

Se tem uma vaga para o cargo de secretária e eles pedem uma pessoa dinâmica e comunicativa…

Você pode ressaltar isso no seu currículo… (Mas claro, se você realmente tiver essas habilidades hehe)

Agora se tem uma coisa que muita gente fica preocupado é com o design do currículo…

… é nessa hora que você precisa ter um bom design ou escolher por modelos mais simples de currículo…

… mas é bem importante se preocupar com a imagem dele.

Falando nisso, POR FAVOR

… nada de enviar o currículo em arquivo de photoshop, Jpeg, word hein?!

… currículos devem ser encaminhados em formato PDF, pois causa mais credibilidade.

Muitas pessoas me questionam sobre a quantidade de páginas de um currículo…

A maioria dos meus colegas que trabalham com RH nas empresas dos Estados Unidos optam por currículos de UMA página… pois é mais direto e objetivo.

Ah, outro ponto que você precisa saber…

… é uma das primeiras informações que colocamos no papel quando estamos montando o currículo…

… o seu nome!

O seu primeiro nome deve ser completo, por exemplo… se seu nome é Francisco… nada de colocar Zé hein?!

Aí chegou a hora de escrever sobre a sua experiência e as suas atividades desenvolvidas…

… sugerimos que você coloque até 5 pontos de cada atividade desenvolvida…

Você precisa saber que o currículo precisa ser atraente para o recrutador te chamar para uma entrevista e não te contratar…

… então seja objetivo e tente exaltar suas melhores experiências.

Esses dias, um aluno me perguntou sobre o que colocar no campo referente a educação…

A regra é bem simples…

Se você tem graduação, NÃO precisa colocar ensino médio e ensino fundamental…

… essa informação é extremamente irrelevante para o recrutador…

Eu espero que você tenha aprendido como criar um currículo para trabalhar nos Estados Unidos.

Abaixo eu preparei um infográfico para ficar mais fácil de visualizar o que deve e o que NÃO deve ter em um currículo…

currículo (1)
(clique na imagem para ampliá-la)

Gostou das dicas?

Espero que este texto tenha te ajudado e dado uma luz para você criar o seu currículo.

Está lendo este post e não faz parte do grupo SELETO de pessoas que fazem curso comigo?

Está perdendo tempo hein?!

Mas antes, se você se sentir confortável pode clicar NESTE LINK e cadastrar seu e-mail para receber dicas, vídeos, cursos gratuitamente…

… Assim a gente fica mais próximo, eu posso te contar todos os detalhes de como ficar fluente, e você finalmente vai entender que não é nenhum “bixo de 7 cabeças” aprender inglês.

Eu quero, realmente, te ajudar a chegar, mais rapidamente…

…e mais facilmente, até a sua fluência.

Não demore mais tempo adiando para aprender inglês, eu te garanto que com as minhas dicas e com a sua força de vontade você vai voar mais que um pássaro…

Espero receber sua visita mais vezes aqui no blog…

Um abraço,
Kevin!