Como Aprender a Língua Inglesa Sem Frustrações

Hello, how are you today?

Bom, hoje resolvi falar aqui no blog sobre um assunto um pouco doído para algumas pessoas.

Eu tenho muitos alunos que reclamam disso durante meus cursos, e que muitas vezes acabam escolhendo o curso de inglês online por causa das experiências ruins anteriores que teve tanto em relação a investimento de dinheiro, quanto de tempo de estudo mesmo – e sem aprender nada…

O assunto de hoje, está diretamente relacionado com o modo como você aprende inglês, a metodologia de ensino e como você encara o estudo de inglês no seu dia a dia, na sua rotina… 

Se for algo pesado, difícil e estressante, com certeza ela vai aparecer…

Sabe do que estou falando? Da frustração!!! 

Pois é, um tema bem difícil para algumas pessoas que muitas vezes acabam até mesmo desistindo de estudar inglês, de aprender um novo idioma, por essa palavra ter aparecido na vida dela. E quando a frustração aparece, é difícil se livrar dela, não é mesmo?

Mas, você vai ver que com certeza isso é possível. Não só se livrar dela, mas também manter ela bem longe da sua vida…

Antes de mais nada, quero te fazer uma pergunta: você já começou a estudar inglês e a frustração já faz parte da sua vida hoje?

Pois tenho dicas diferentes para você que já está frustrado, e para você que ainda não começou a estudar inglês…

Cuidado com a metodologia de ensino do inglês

Para você que ainda não começou a estudar inglês, tenho uma observação muito importante para fazer: cuidado com a metodologia que você irá escolher para aprender o inglês.

Provavelmente foi a metodologia de aprendizado do inglês que fizeram as pessoas que já iniciaram a estudar, se frustrarem com o aprendizado. 

Hoje em dia as formas para estudar inglês são as mais diversas. Temos os cursos tradicionais, com duas aulas por semana e anos para aprender um idioma, temos os cursos online que são mais flexíveis, a possibilidade de aprender com um nativo, ou até mesmo os cursos presenciais que prometem te fazer aprender inglês em pouco tempo.

São tantas opções que muitas vezes é isso que dificulta a escolha… Mas, tenho algumas dicas para te dar que irão te ajudar a escolher o curso certo:

  1. Procure um curso que o professor seja nativo: isso irá te ajudar a ter certeza de que ele está pronunciando o inglês certo, e não um inglês-português, ou seja, palavras em inglês, porém com a pronúncia em português;
  2. Prefira cursos que te faça fluente em inglês, e não um pesquisador: tem muitos cursos que focam em te ensinar regras gramaticais e afins. Porém, essa é a metodologia usada para ensinar inglês aos nativos, ou seja, pessoas que já sabem falar inglês. Por isso, foque em cursos que levem o speak muito a sério e que já no início te incentive a falar inglês, e não queira te obrigar a decorar regras gramaticais;
  3. Procure alunos do curso que você está pensando em fazer: converse com eles para ter certeza de que eles aprenderam o inglês conforme vendido pelo curso e você terá mais certeza de que seu sucesso também será alcaçando.

Mas, depois de escolher a metodologia do curso, chegou a hora de pensar nas suas expectativas para esse processo de aprendizado. E essas dicas valem tanto para você que já estrá frustrado, quanto para você que ainda não começou um curso e não se frustrou.

Controle sua ansiedade e suas expectativas

Aprender inglês pode ser algo muito prazeroso, porém você também tem que saber lidar com a sua ansiedade e expectativas para que isso realmente aconteça.

Mesmo que a gente fale que aprender inglês pode ser muito rápido e fácil, isso não quer dizer que você não precisa se esforçar e nem que irá aprender inglês de um dia para o outro. 

Aplicando todas as dicas que te ensino, eu demorei 4 meses para ficar fluente no português, por exemplo. E até hoje, todos os dias, aprendo alguma coisa nova.

Por isso, seja paciente com você mesmo e principalmente tenha autoconhecimento. Saiba como lidar com as suas emoções e como trabalhar elas para que não te atrapalhem.

Se algum dia você se sentir frustrado por não estar aprendendo o que gostaria, não alimente pensamentos negativos, dizendo para você mesmo que não é capaz. Faça exatamente o contrário.

Diga para você mesmo que é capaz, que tudo tem seu tempo, e que você terá força e determinação para seguir aprendendo inglês até ficar fluente no idioma. 

Estabeleça metas alcançáveis

E, conhecendo você mesmo e sabendo onde você consegue chegar, fica mais fácil estabelecer metas alcançáveis. O que eu quero dizer com isso?

Não adianta nada você estabelecer metas mirabolantes, que em 1 mês você será expert em inglês, por exemplo. Você sabe que elas não são possíveis e nem alcançáveis. Sabe que essa meta não é real e que com certeza você não irá alcançá-la.

E, quando não alcançar sua meta, irá se sentir frustrado.

Por isso, antes de estabelecer sua meta, pense no que seria algo possível para você. Não importa se eu fiquei fluente em português em 4 meses, ou se o seu amigo ficou fluente em inglês em um determinado tempo.

Pense no que você pode fazer no seu dia a dia, no tempo que você pode levar para ficar fluente em inglês, no tempo que você pode se dedicar ao estudo do inglês, enfim. Pense no que você pode fazer, e mais nada.

Assim, as chances de você se frustrar serão bem menores.

E se você já está frustrado, sugiro repensar sobre esses pontos que levantei aqui nesse post e ver o que você está fazendo de diferente. O mais importante é não desistir de ficar fluente no inglês, pois com certeza você será recompensado por isso, ok?

Por hoje é isso! Se você gostou dessas dicas, não esqueça de compartilhar com os seus amigos e ajudá-los a se livrar da frustração.

Abraços e até mais.