Aprenda as nacionalidades em inglês

Olá, hello….

How are you? Como você está?

Eu estou muito bem, obrigado! Curtindo mais um final de semana na minha vida e agradecendo muito por mais esse dia, e você já parou para agradecer? Dizem que quanto mais agradecemos, mais coisas boas nos acontecem…

Então, falando em coisa boa, hoje é dia de fazer a revisão dos posts da semana e também te ensinar a falar as nacionalidades em inglês.

Esse é um assunto muito importante para quem deseja viajar para outros países, conhecer pessoas de outras nacionalidades, e até mesmo para quem deseja trabalhar com pessoas de outros locais.

Mas, como eu acabei de dizer, antes de falarmos sobre esse assunto, chegou a hora de fazermos a revisão dos posts dessa semana. Vamos lá…

Revisão dos posts da semana

Como já é de praxe, todos os sábados eu faço uma revisão dos posts que postei na semana. Faço isso para ajudar você que está sempre na correria e quer estudar inglês mesmo assim. Meu objetivo é facilitar a sua vida e tirar todas as desculpas de quem diz que não estuda inglês por não ter tempo.

Se você realmente disser isso, eu acredito que no fundo o real motivo seja que você não dá preferência para o aprendizado de inglês. E, se for qualquer outro motivo, como por exemplo, você achar que aprender inglês é algo muito difícil, continue acompanhando sempre os posts aqui no blog.

Além de falar sobre dicas de como tornar o estudo do inglês mais fácil, de falar sobre a teoria e a prática do inglês, eu também dou várias dicas para ajudar na sua motivação, te ajudar a trabalhar o seu psicológico para que ele seja seu maior amigo, e não seu pior inimigo.

Se a gente deixar, nossa mente conta várias mentiras para nós. Então, precisamos pegar as rédeas das nossas vidas e fazer nossos sonhos se tornarem realidade.

Eu, por exemplo, um dia sonhei em ser professor de inglês para os brasileiros. Hoje, estou eu aqui falando com milhares de estudantes todos os dias, fazendo a diferença na vida de milhares de brasileiros e ajudando esse país a ficar fluente no inglês. Claro que teve dias em que me senti desmotivado e achei que não ia conseguir, a mesma coisa aconteceu quando estava estudando português.

Teve vezes que eu achei que nunca ficaria fluente em português. Mas, logo quando esse pensamento chegou, eu mandei ele embora. O resultado? Além de desenvolver uma metodologia de aprendizado de um novo idioma que me fez ficar fluente em português em apenas 4 meses, eu também consegui me empolgar tanto que hoje compartilho com vocês tudo que aprendi naquela época e tudo que continuo aprendendo ao acompanhar os milhares de alunos dos meus cursos (pagos e gratuitos).

Então, estou muito feliz e realizado. Mas, já imaginou se um dia eu tivesse deixado de acreditar nos meus sonhos? Provavelmente nada disso estaria acontecendo. Por isso, eu acredito que trabalhar o psicológico também é muito importante para que você consiga conquistar sua fluência no inglês.

E são esses os meus objetivos aqui, ok? Então, se você está junto comigo e quer conquistar a fluência no inglês para melhorar a sua vida, vamos juntos para a revisão dos posts dessa semana…

Não deixe sua mente te impedir de falar inglês

Já que o assunto o qual estávamos falando até agora era relacionado ao trabalho que devemos ter com a nossa mente para conquistar nossa fluência em um idioma, resolvi começar a revisão por um post em que falei sobre esse assunto nessa semana.

Nele, eu falei sobre como não deixar sua mente te impedir de falar inglês, saiba mais lendo o post:

Não deixe sua mente te impedir de falar inglês

Texto em inglês # World’s most expensive beef noodle soup

Você já pensou pagar quase 400 dólares em uma sopa de macarrão? Pois é, esse restaurante cobra isso e também explica o motivo pelo qual essa sopa custa tanto.

Então, além de aprender inglês, nesse post você também vai descobrir mais uma das curiosidades desse mundão.

Acessa o post e você vai saber mais sobre o assunto:

Texto em inglês # World’s most expensive beef noodle soup

Phrasal Verbs que começam com H

Aprender inglês não precisa ser algo complexo se você usar a metodologia certa. Por isso, você precisa ler esse post. Nele, eu falei sobre a Lei dos Paretos, que foi a lei a qual me inspirou para fazer essa postagem.

Basicamente ela diz que você não precisa aprender todas as palavras do inglês para se considerar fluente no idioma. Bom, não é mesmo?

Então, leia o post e descubra como se tornar fluente em inglês de um jeito muito mais fácil do que você imagina.

Phrasal Verbs que começam com H

Receitas em Inglês #Beef and pork Lasagne

Aprender inglês com algo que você gosta é um dos macetes para tornar esse aprendizado mais fácil e mais prazeroso. Por isso, eu resolvi fazer essa série de posts aqui no blog, onde compartilho receitas em inglês para você colocar em prática.

Além de se deliciar com essas delícias, você também vai aprender inglês. Não é uma boa combinação?

Se ficou interessado ou interessada, é só ler o post:

Receitas em Inglês #Beef and pork Lasagne

Gramática em inglês: Dúvidas Comuns

Como estudar gramática é uma das partes bem importantes na conquista da fluência no inglês, é normal que surjam muitas dúvidas para quem está ativamente em busca de conhecimentos nesse assunto.

Então, em cima disso, eu resolvi fazer um post onde tiro as dúvidas que eu percebo serem as mais comuns entre os estudantes de inglês.

Então, independente do seu nível de inglês, acredito que vale a pena você dar uma olhadinha nesse post:

Gramática em inglês: Dúvidas Comuns

Qual a diferença entre mistake e wrong?

Essas duas palavras são bem conhecidas entre as pessoas que já falam um pouco de inglês. Porém, o que muitas pessoas não sabem é que elas são usadas em situações diferentes, e você, sabia disso?

Pra explicar melhor qual a diferença entre elas, eu escrevi um post para você explicando certinho em que momento você deve usar cada uma dessas palavras.

Quer saber mais sobre o assunto? É só dar uma olhada nesse post:

Qual a diferença entre mistake e wrong?

Fabiana Lara Revela os 2 Passos e 1 Segredo Para Falar Inglês

Esse post marcou um momento muito especial para mim, e pelo jeito para as pessoas que me seguem também, pois muitos me deram feedbacks bem positivos sobre esse vídeo.

Ele marcou muito pois recebi uma pessoa muito especial, que me deu uma super entrevista e entregou insights muito bons para você que me segue.

Todos os dias quando compartilho uma dica com vocês, faço isso na visão de um gringo que aprendeu português e hoje te ensina inglês. No caso da Fabiana, ela é uma brasileira que há anos mora fora do Brasil e também ensina inglês para os brasileiros.

Então, juntando as nossas duas forças, acredito que saiu um trabalho muito bom.

Leia o post e depois assista ao vídeo para entender do que estou falando:

Fabiana Lara Revela os 2 Passos e 1 Segredo Para Falar Inglês

Como se diz “Retirar a Queixa” em inglês?

Tem muitas expressões no inglês que não são traduzidas ao pé da letra para o português e vice-versa. E eu acredito que esse seja um dos grandes motivos para essa série de post fazer tanto sucesso aqui no blog.

Nela, eu sempre falo sobre expressões, palavras e etc que geram confusão na cabeça das pessoas na hora de dizer em inglês.

E foi isso que aconteceu também no post que estou compartilhando agora com você e que eu publiquei nessa semana. Nele, eu falei sobre como se diz retirar a queixa em inglês.

Quer saber a resposta? Já sabe né… É só acessar esse post:

Como se diz “Retirar a Queixa” em inglês?

Kevin: Você Tem Um Curso ou Só Videos no YouTube?

Tem muuuita gente que me faz essa pergunta! Isso normalmente acontece com pessoas que realmente estão engajadas em aprender inglês, em ficar fluente no inglês. Por isso eu adoro receber esse questionamento, mostra que o meu sonho (ter o máximo de brasileiros falando inglês) está cada dia se realizando mais e mais.

Só para reforçar, com os conteúdos que eu compartilho gratuitamente, tem muita coisa que você pode aprender para ajudar na sua fluência do inglês. Mas, se você quiser ir ainda mais fundo nesses estudos, eu vou te mostrar nesse post como alcançar melhores resultados do que você já tem hoje.

Acessa lá o post e veja do que estou falando:

Kevin: Você Tem Um Curso ou Só Videos no YouTube?

Aprender Inglês com Música #You Don’t do It For Me

Como eu disse no caso do post de receitas, aprender inglês com algo que a gente gosta é a melhor maneira de se aprender um novo idioma. Então, se você não gosta de culinária, uma outra opção é aprender inglês através da música. E, se você gosta de culinária, uma outra opção é aprender inglês através da música também… heheheh

Por isso, nesse post eu compartilhei uma música que está fazendo muito sucesso no Brasil, quem sabe você também pode gostar dela.

Acesse o post, aperte o play, divirta-se e ainda aprenda inglês:

Aprender Inglês com Música #You Don’t do It For Me

Bom, com esse post eu termino a revisão dos posts dessa semana. Se você quer acompanhar os posts que faço aqui no blog, normalmente posto um pela manhã e outro pela tarde de segunda até sexta. Aí, no final de semana, eu faço uma postagem um pouco maior, como essa. Onde falo sobre os posts da semana e também sobre algum outro assunto super interessante pra te ajudar a aprender inglês.

E, como eu já disse ali no começo desse post, o assunto de hoje são as nacionalidades em inglês, vamos lá°

Nacionalidades em inglês

Quando eu falo de nacionalidade em inglês, claro que estamos falando de que país aquela pessoa veio, certo? Porém, além disso, nós também podemos falar de outras coisas em termos de origem. Mas, antes de falar rapidinho sobre esses outros pontos, vamos focar nas nacionalidades.

Primeiro, gostaria de te explicar como falar que alguém veio de tal lugar, ou que você é de tal país.

É dessa forma aqui:

  • She is from Brazil. (Ela é do Brasil)
  • She is brazilian. (Ela é brasileira)
  • She is a brazilian person. (Ela é uma pessoa brasileira)

Então, essas são algumas formas de se dizer algo em relação a nacionalidade. Agora, digamos que você quer falar que ele é de tal país, ou você é de tal país. Então, no lugar de “she” você coloca a pessoa que quer falar. Por exemplo, se for você, ficaria:

  • I am from Brazil. (Eu sou do Brasil)
  • I am brazilian. (Eu sou brasileira)
  • I am a brazilian person (Eu sou uma pessoa brasileira)

De todas essas opções, o mais comum de ser usado é o primeiro exemplo, “I am from Brazil”. Mas, se você usar os outros exemplos também está certo. Não tem nada de errado nisso, apenas não são tão usados como no caso da primeira frase.

E agora que você já sabe dessas informações, eu vou te passar uma lista com as principais nacionalidades em inglês. São elas:

País ou Região Adjetivo Substantivo
Afghanistan Afghan an Afghan
Algeria Algerian an Algerian
Angola Angolan an Angolan
Argentina Argentine an Argentine
Austria Austrian an Austrian
Australia Australian an Australian
Bangladesh Bangladeshi a Bangladeshi
Belarus Belarusian a Belarusian
Belgium Belgian a Belgian
Bolivia Bolivian a Bolivian
Bosnia and Herzegovina Bosnian/Herzegovinian a Bosnian/a Herzegovinian
Brazil Brazilian a Brazilian
Britain British a Briton (informally: a Brit)
Bulgaria Bulgarian a Bulgarian
Cambodia Cambodian a Cambodian
Cameroon Cameroonian a Cameroonian
Canada Canadian a Canadian
Central African Republic Central African a Central African
Chad Chadian a Chadian
China Chinese a Chinese person
Colombia Colombian a Colombian
Costa Rica Costa Rican a Costa Rican
Croatia Croatian a Croat
the Czech Republic Czech a Czech person
Democratic Republic of the Congo Congolese a Congolese person (nota: refere-se também às pessoas da República do Congo)
Denmark Danish a Dane
Ecuador Ecuadorian an Ecuadorian
Egypt Egyptian an Egyptian
El Salvador Salvadoran a Salvadoran (também são aceitas as formas Salvadorian e Salvadorean)
England English an Englishman/Englishwoman
Estonia Estonian an Estonian
Ethiopia Ethiopian an Ethiopian
Finland Finnish a Finn
France French a Frenchman/Frenchwoman
Germany German a German
Ghana Ghanaian a Ghanaian
Greece Greek a Greek
Guatemala Guatemalan a Guatemalan
Holland Dutch a Dutchman/Dutchwoman
Honduras Honduran a Honduran
Hungary Hungarian a Hungarian
Iceland Icelandic an Icelander
India Indian an Indian
Indonesia Indonesian an Indonesian
Iran Iranian an Iranian
Iraq Iraqi an Iraqi
Ireland Irish an Irishman/Irishwoman
Israel Israeli an Israeli
Italy Italian an Italian
Ivory Coast Ivorian an Ivorian
Jamaica Jamaican a Jamaican
Japan Japanese a Japanese person
Jordan Jordanian a Jordanian
Kazakhstan Kazakh a Kazakhstani (utilizado como substantivo, “um Kazakh” se refere a um grupo étnico)
Kenya Kenyan a Kenyan
Laos Lao a Laotian (utilizado como substantivo, “um Lao” se refere a um grupo étnico)
Latvia Latvian a Latvian
Libya Libyan a Libyan
Lithuania Lithuanian a Lithuanian
Madagascar Malagasy a Malagasy
Malaysia Malaysian a Malaysian
Mali Malian a Malian
Mauritania Mauritanian a Mauritanian
Mexico Mexican a Mexican* (pode ser ofensivo nos EUA; utilize “someone from Mexico”)
Morocco Moroccan a Moroccan
Namibia Namibian a Namibian
New Zealand New Zealand a New Zealander
Nicaragua Nicaraguan a Nicaraguan
Niger Nigerien a Nigerien
Nigeria Nigerian a Nigerian
Norway Norwegian a Norwegian
Oman Omani an Omani
Pakistan Pakistani a Pakistani* (pode ser ofensivo no Reino Unido; utilize “someone from Pakistan”)
Panama Panamanian a Panamanian
Paraguay Paraguayan a Paraguayan
Peru Peruvian a Peruvian
The Philippines Philippine a Filipino* (someone from the Philippines)
Poland Polish a Pole* (someone from Poland, a Polish person)
Portugal Portuguese a Portuguese person
Republic of the Congo Congolese a Congolese person (nota: refere-se também às pessoas da República do Congo)
Romania Romanian a Romanian
Russia Russian a Russian
Saudi Arabia Saudi, Saudi Arabian a Saudi, a Saudi Arabian
Scotland Scottish a Scot
Senegal Senegalese a Senegalese person
Serbia Serbian a Serbian (utilizado como substantivo, “a Serb” se refere a um grupo étnico)
Singapore Singaporean a Singaporean
Slovakia Slovak a Slovak
Somalia Somalian a Somalian
South Africa South African a South African
Spain Spanish a Spaniard* (a Spanish person, someone from Spain)
Sudan Sudanese a Sudanese person
Sweden Swedish a Swede
Switzerland Swiss a Swiss person
Syria Syrian a Syrian
Thailand Thai a Thai person
Tunisia Tunisian a Tunisian
Turkey Turkish a Turk
Turkmenistan Turkmen a Turkmen / the Turkmens
Ukraine Ukranian a Ukranian
The United Arab Emirates Emirati an Emirati
The United States American an American
Uruguay Uruguayan a Uruguayan
Vietnam Vietnamese a Vietnamese person
Wales Welsh a Welshman/Welshwoman
Zambia Zambian a Zambian
Zimbabwe Zimbabwean a Zimbabwean

Tem bastante informação nessa lista, não é mesmo? Eu imagino que vendo isso você pode até ter se assustado e pensado: como vou fazer para aprender tudo isso?

Bom, minha dica para esse caso e para todos os outros casos é bem simples: praticando!

E só a prática que vai te fazer memorizar todas essas informações. Por isso, se você quer memorizar como dizer essas palavras em inglês, comece se perguntando qual é a sua forma mais fácil de aprender. Se é escrevendo, lendo, vendo alguma imagem… E comece por aí. Se for escrevendo, por exemplo, comece a escrever um texto ou várias frases com as nacionalidades que você viu aqui agora. E por aí vai…

Mas, outra dica muito importante, é que você não queira aprender tudo de uma vez. Sendo assim, você escolhe dessa lista as que você considera as mais importantes, as que mais vai usar. Então, a partir disso, você começa a estudar por elas, ok? Não queira agarrar o mundo logo de cara…

E se você quiser aprender também como falar de alguém que veio de um determinado continente, vou te passar uma outra lista agora. Mas, já sabe né? Para essa lista vale também as mesmas dicas que eu te dei antes…

Região Geográfica/Continente Adjetivo Substantivo
Africa African an African
Asia Asian an Asian
Europe European a European
Central America Central American a Central American
Middle East Middle Eastern a Middle Easterner
North Africa North African a North African
South America South American a South American
Southeast Asia Southeast Asian a Southeast Asian person

Bom, por hoje é isso! Espero que você tenha conseguido aprender muitas coisas boas no post de hoje, pois essa sempre é minha intenção ao compartilhar meu conhecimento com você.

Se gostou do post de hoje, por favor, compartilhe ele com os seus amigos, conhecidos e qualquer outra pessoa que você acredita que precisa aprender sobre os assuntos que comentamos hoje. Tenho certeza que você conhece muitas pessoas que precisam disso, não é mesmo? Afinal de contas, ser fluente em inglês pode te abrir muuuitas portas… de todos os sentidos!

E se pintou alguma dúvida, conta comigo para respondê-las, ok? Quem sabe eu me inspiro na sua dúvida e escrevo um post para respondê-la aqui no blog.

Um abraço para você e muito sucesso e determinação nos seus estudos de inglês! Vamos que vamos…

Abraços and see you! Bye, bye…