Aprenda a Diferenciar o Make e Do – E Nunca Mais Esquecer!

Hi, mates!

Is everything ok?

Como já falamos anteriormente, existem algumas palavras em português que, ao transportarmos o seu significado ou sentido para o idioma inglês, elas podem ter usos diferentes.

Esse é o caso de MAKE e DO, que basicamente significam a mesma coisa, ou seja, “fazer”…

Mas possuem usos diferenciados.

E então, como saber quando usar esses verbos, ou ainda, qual deles usar em cada ocasião?

Aprenda a Diferenciar o Make e o Do - E Nunca Mais Esquecer!

Calma pessoal, eu vou explicar.

Ou melhor, vou EXEMPLIFICAR.

Assim você vai aprender e fixar o aprendizado mais rápido (neste artigo eu falo mais sobre uma técnica super eficaz para memorizar palavras na primeira tentativa)!

Para começar, responderei a pergunta principal:

  

Qual a Diferença Entre Make e Do?

Aprenda a Diferenciar o Make e o Do - E Nunca Mais Esquecer!

  • Quando utilizar DO:

Nós geralmente utilizamos o do para descrever atividades indefinidas, frequentemente junto com thing, anything, nothing e assim por diante.

Outra aplicação é quando estamos falando de deveres, trabalho, atividades, lazer etc.

Exemplos:

  • I didn’t do anything. Don’t look at me like that! – Eu não fiz nada. Não me olhe assim!
  • Can you do the homework? – Você pode fazer o dever de casa?
  • She always does the dishes. – Ela sempre lava a louça.
  • Please, do your best. – Por favor, faça o seu melhor.
  • Can you do me a favor? – Você pode me fazer um favor?

 

  • Quando utilizar o MAKE:

Nós geralmente utilizamos o make para falar sobre a construção, criação ou execução de alguma coisa.

Exemplos:

  • I made a cup of tea for breakfast. – Eu preparei uma xícara de chá para o café da manhã.
  • Did you make that wonderful bread? – Você fez aquele pão maravilhoso?
  • The teaching staff have made an effort to understand our difficulties. – Os professores fizeram um esforço para entender as nossas dificuldades.

Mas atenção, como eu disse ali acima essas regras GERALMENTE são aplicadas dessa forma, ou seja, isso significa que sempre existem exceções (aprenda mais sobre verbos aqui).

Portanto, a melhor maneira de saber como usar make e do corretamente é pela memorização e utilização frequente dessas palavras.

>> Quer Receber Dicas Como Estas Diretamente no Seu E-mail? <<

Como e Onde Usar Make e Do

A seguir separei algumas expressões mais comuns onde se aplicam o Make e o Do:

DO:

DO BUSINESS = negociar
DO THE DISHES = lavar louça
DO GOOD = fazer o bem
DO HARM = prejudicar
DO HOMEWORK = fazer o dever de casa
DO ONE’S BEST = dar o melhor de si
DO RESEARCH = fazer pesquisa
DO SOMEBODY A FAVOR = fazer um favor a alguém
DO WELL = ter sucesso

MAKE:

MAKE A DECISION = tomar uma decisão
MAKE A MISTAKE = cometer um erro
MAKE A NOISE = fazer um ruído
MAKE A PHONE CALL = dar um telefonema
MAKE A PROFIT = lucrar
MAKE A PROMISE = fazer uma promessa
MAKE A SUGGESTION = dar uma sugestão
MAKE AN ATTEMPT = fazer uma tentativa
MAKE AN EFFORT = fazer um esforço
MAKE AN EXCEPTION = abrir uma exceção
MAKE AN OFFER = fazer uma oferta
MAKE ARRANGEMENTS = organizar, planejar
MAKE COFFEE = fazer café
MAKE FRIENDS = fazer amigos
MAKE LOVE = fazer amor
MAKE SOMETHING EASIER = facilitar
MAKE THE MOST OF = aproveitar ao máximo

Ficou claro?

Veja aqui também algumas dicas que dou sobre os verbos Make e Do, que estão entre os 10 mais usados pelos americanos:

Não pense que o inglês é mais complicado do que o português por conta dessa dificuldade.

Todos os idiomas têm suas peculiaridades e são mais “fáceis” ou “difíceis” dependendo do ponto de vista.

Por exemplo, já imaginou que loucura deve ser para um americano aprender a colocar o artigo feminino e masculino em todos os substantivos?

Como você já deve saber, quase todas as palavras da língua inglesa têm gênero neutro.

Um estrangeiro poderia se perguntar:

– Por que “lápis” é palavra masculina e “caneta” feminina?

– Por que “telefonema” é substantivo masculino e “ligação”, feminino?

E os substantivos abstratos, então?

Ilusão, saudade, fome, espírito, alma, etc.??

Imagine entender – e decorar – todo o vocabulário novo e ainda por cima definir o gênero de cada palavra!

Pensando assim, acaba sendo mais fácil lidar com a dúvida entre “DO” e “MAKE”, não é verdade? Hehe

See you!