80% do que você aprende em inglês não serve pra nada

Olá, hello!

How are you? Como você está?

Hoje eu resolvi parar e escrever para você sobre um assunto muito sério!

Se você leu o título desse post, provavelmente ficou assustado com o que afirmei… Mas, é a mais pura verdade!

80% do que você aprende em inglês não serve para nada…

E, por mais que essa notícia num primeiro momento possa parecer ruim, ela também pode ser muito boa!

Mas, antes de te explicar o motivo pelo qual ela pode ser muito boa, eu vou te explicar o motivo pelo qual a maioria do que você aprende em inglês não serve para nada.

Lei dos Paretos

Você já ouviu falar em Lei dos Paretos?

Essa lei, que não é usada apenas para o inglês, diz que em modo geral, 20% dos nossos esforços são responsáveis por trazer 80% dos seus resultados…

Quando você fala português, por exemplo, no dia a dia, você usa todas as palavras ou regras gramaticais que aprendeu na escola? Ou até mesmo todas as palavras que você sabe existir no português?

Acredito que a resposta para essa pergunta seja não!

Então, no inglês não é diferente…

Métodos antigos de ensino de inglês dizem que é impossível você aprender inglês em poucas semanas pois, diferente do método que eu uso com os meus alunos, eles focam muito na teoria e dizem que você só está pronto para praticar a partir do momento que sabe muito de gramática, todos os vocabulários e afins.

Dessa forma, em outras palavras, eles estão dizendo que você precisa saber 100% de inglês para se considerar fluente… Enquanto, na verdade, no dia a dia, nós americanos e qualquer nativo ou falante de qualquer língua, não usamos 100% dos vocabulários…

E, se nós não usamos, por qual motivo você, que está começando a aprender inglês, precisa aprender as palavras que não vai usar?

Por isso, aplicando a lei dos paretos para o inglês, para ter 80% da fluência, você precisa saber apenas 20% do nosso vocabulários e regras gramaticais.

Além disso, praticar tudo que aprende é parte fundamental para memorizar de verdade tudo que estudou. Sendo assim, você precisa viver o inglês diariamente… Quanto mais tiver contato com o inglês, melhor!

Dessa forma, deixando para trás os métodos antigos de aprendizado de um novo idioma, você poderá aprender inglês muito mais rápido do que imagina.

A notícia boa: você pode ficar fluente em inglês em 6 semanas

Então, como eu prometi para você no início do post, apesar de aparentemente te dar uma notícia ruim, de que 80% do que você aprende em inglês não serve para nada, eu na verdade tenho uma notícia boa pra te dar.

Diante de tudo que conversamos até agora, você pode concluir que, para ser fluente em inglês, ou seja, para conseguir se comunicar muito bem com um nativo, você precisa aprender apenas 20% das regras e vocabulários em inglês.

Esses 20% vão te dar autonomia para fazer o que você quiser quando viajar para algum país que fale inglês. Te dará autonomia também para negociar com clientes estrangeiros, ou o que mais você quiser fazer a partir do momento que for fluente em inglês.

E, por mais que muitas pessoas neguem a possibilidade de você ser fluente em inglês num curto período de tempo, eu tenho entre os meus alunos uma prova de que sim, é possível aprender inglês em pouco tempo….

E quando falo pouco tempo, não estou falando de 1 ano, estou falando de poucas semanas! Para ser mais preciso, estou falando de 6 semanas…

É o caso de um dos meus alunos, o Luis Gustavo. Vou falar mais um pouco sobre ele…

O caso do aluno que aprendeu inglês em 6 semanas

O Luis Gustavo é um dos alunos que fez o curso, meu curso pago de inglês e que abre turma em determinadas épocas.

A procura é muito grande e para dar conta de atender todo mundo, prefiro dar esse curso apenas para um grupo seleto de alunos.

E o Luis Gustavo é um dos alunos que passou por esse processo…

Antes de conhecer nosso curso, o Luis foi desafiado no seu trabalho! Ele, que não era nem um pouco fluente em inglês, tinha 6 semanas para aprender o idioma e ser promovido dentro da empresa em que trabalhava.

Super motivado pela meta, ele começou a procurar cursos de inglês na internet. Foi quando me encontrou!

Após assistir vários vídeos, resolveu acreditar no método de aprendizado que eu criei e começou a estudar inglês seguindo minhas dicas.

O resultado? Em 6 semanas ele estava fluente em inglês!

Nem seus chefes acreditaram nisso… Mas, quando o inglês dele foi colocado a prova, eles entenderam que realmente o Luis estava fluente em inglês!

Aí, ele conseguiu realizar seu sonho e hoje faz várias viagens internacionais a trabalho! Demais, não é mesmo?

Inclusive, encontrei ele recentemente no aeroporto de Guarulhos….

Dá uma olhada nesses posts, em que falei sobre ele aqui no blog:

Essa é uma história e tanto, não é mesmo? E eu adoro contar ela, pois mostra que sim, é possível ficar fluente em inglês num curto período de tempo…

Só que você precisa acreditar nisso! Então, você acredita? Se você acreditar, você também pode conquistar isso para a sua vida.

E, como sempre, pode contar comigo para te ajudar a trilhar esse caminho, ok?

Mas, para aprender inglês em poucas semanas, você realmente precisa se dedicar a isso… E, caso você não tenha tanto tempo assim para se dedicar, não tem problema! Você pode aprender inglês em mais tempo, o que também não é um problema….

O mais importante é você saber seguir o seu ritmo e se respeitar por isso!

Luis Gustavo também tinha uma grande motivação para atingir essa meta! Então, eu te pergunto: qual é a sua motivação para aprender inglês?

Tenha sempre isso em mente que, combinado com o meu método de ensino/ aprendizado de inglês, tenho certeza que você poderá falar inglês com qualquer nativo em pouco tempo…

Então é isso… Se gostou do post, não esqueça de compartilhar com os seus amigos!

Abraços e até mais…

See you!